Galeria Millennium Apresenta Mostra De Fotografia Sobre A Obra De Siza Vieira

A Pressão da Luz – Álvaro Siza por Nuno Cera é o nome da exposição de fotografia que a Galeria Millennium, na Rua Augusta em Lisboa, tem atualmente patente ao público.

O olhar que pensa e constrói!

Composta por fotografias de Nuno Cera das obras de Álvaro Siza e de maquetas da autoria do arquitecto, a exposição para além de mostrar a obra arquitectónica de Siza, pretende também realçar a relação entre a a arquitectura e a fotografia, neste caso, entre a obra de Siza e de Nuno Cera.

Estas fotografias penetram na linguagem do arquitecto, traduzindo-a no idioma do fotógrafo. Podem elas servir para “mostrar” a arquitectura de Álvaro Siza? Sim, se entendermos por “mostrar” dar a ver o que nela resiste a um olhar objectivo. A fotografia de arquitectura pode ser considerada um género. E podemos dizer que uma das convenções desse género é a ausência de sombra. Ora, as fotografias de Nuno Cera não seguem os preceitos de género, capturam a dimensão mais abstracta do objecto arquitectónico, ao ponto de dissolverem a sua objectividade e até a sua objectualidade. Introduzem um segundo grau, dão-nos a ver uma meta-arquitectura. Por isso, podemos dizer que elas têm um carácter ensaístico, no sentido em que o ensaio se define por uma experiência pessoal, baseada numa posição do Eu, do sujeito, em que este assume um saber, uma experiência e uma visão das coisas.
Trata-se de um ensaio que nos diz que é possível redefinir a arquitectura de uma maneira completamente diferente daquela que recorre a fórmulas tradicionalmente usadas. Este ensaio fotográfico é um exercício de liberdade que “mostra” a arquitectura de Álvaro Siza como um signo, ou um símbolo.

A mostra pode ser vista até 26 de maio, de segunda a sábado, das 10h00 às 18h00, com entrada gratuita.

Deixar uma resposta