Galeria Millennium Apresenta Duas Novas Exposições De Arte Portuguesa Contemporânea

A Partir do Surrealismo na Coleção Milllennium bcp e (Land)scaping Normative Thinking são as duas exposições que podem ser visitadas a partir de hoje na Galeria Millennium, em Lisboa.

A Partir do Surrealismo na Coleção Milllennium bcp é um projeto expositivo com curadoria de Raquel Henriques da Silva, que apresenta obras de oito artistas da Colecção Millennium bcp, com o objectivo de divulgar a colecção e, simultaneamente, valorizar a arte portuguesa contemporânea.

Patentes estão obras de Cruzeiro Seixas, Mário Cesariny, António Dacosta, Carlos Calvet, (que pertenceram aos movimentos surrealistas do meio do século XX) e ainda Marcelino Vespeira, Eduardo Luiz, Paula Rego e Graça Morais.

“Todos têm em comum o gosto pela pintura figurativa contadora de histórias, sugeridas pelos títulos e pelo modo imaginoso como as formas (nem sempre identificáveis) usam a cor e a composição para perturbar o entendimento comum das coisas, e pintam a realidade como se ela tivesse a natureza dos sonhos: confusa, disparatada, surpreendente”, explica Raquel Henriques da Silva no texto introdutório.

(Land)scaping Normative Thinking é o resultado de uma intervenção sobre o
mesmo, assinada pelo pintor Rui Macedo.

“À anterior exposição histórica, intromete-se a intervenção artística do pintor Rui Macedo,
especialmente convidado, que gosta de trabalhar em espaços de museus e em diálogo
com as memórias da pintura, que a partir do tema da paisagem, constrói uma inesperada história: eram os seus quadros que ali estavam primeiro, nos espaços da Galeria, e foram “os quadros dos outros” que vieram sobrepor-se parcialmente, deixando ainda assim peças
suficientes para que se possa inventar diálogos entre uns e outros”.

O objectivo de apresentar as duas mostras em simultâneo é o de ” deixar-nos entrar, por via surrealista, no inesgotável mundo da arte proposto por obras históricas num lugar partilhado com um artista que acabou de realizar as suas”, explicam os responsáveis.

Ambas as mostras podem ser visitadas gratuitamente na Galeria Millennium (na Rua Augusta), gratuitamente, de 26 de setembro a 6 de janeiro, de segunda a sábado, das 10h00 às 18h00.

Deixar uma resposta