Galeria do Museu Bordalo Pinheiro expõe obra de Teresa Cortez

A Galeria do Museu Bordalo Pinheiro, ao Campo Grande, em Lisboa, recebe a exposição Bicharada, cerâmica contemporânea de Teresa Cortez. A inauguração está marcada para amanhã, dia 26 de janeiro, pelas 19h00.

A mostra é de cariz monográfico  e apresenta a obra cerâmica de Teresa Cortez, através da representação de animais, temática transversal no seu trabalho. A exposição recria uma quinta poética interior, habitada por histórias (re)inventada pela artista, a través de potes, esculturas de pequenas dimensões, placas cerâmicas, pratos, azulejos individuais e em painel. No piso superior da Galeria o visitante pode apreciar painéis de azulejos pintados, modelados ou relevados, integrados em projectos de arquitectura.

Teresa Cortez é natural de Leiria. Tirou cursos de Formação de Cerâmica Decorativa, Imagem e Desenho Têxtil da Escola António Arroio. Estagiou e colaborou com Querubim Lapa, no seu atelier de cerâmica, na Fábrica Viúva Lamego. Obteve uma Bolsa de Estudo da Fundação Gulbenkian, para realizar um Trabalho de Investigação em Grupo, sobre Desenho Têxtil, orientado pelo Eng.º Melo e Castro. Galardoada com a Medalha de bronze do Salão de Arte Moderna/1970, da Junta de Turismo do Estoril; com o 1º Prémio de Azulejaria da Câmara Municipal de Lisboa, em 1986, com o painel de cerâmica instalado no edifício MCB, na Av. da Liberdade 144/146; a Menção Honrosa do Prémio Municipal Jorge Colaço de Azulejaria/2000 pelo painel de azulejos colocado na Escola Secundária Josefa d’Óbidos. Expõe desde 1972 em Portugal, Espanha, Itália, entre outros.

A mostra pode ser vista até 20 de maio de 2012, de terça-feira a sábado, das 10h00 às 18h00. Encerra ao domingo, segunda-feira e feriados. A entrada é gratuita.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta