Festival Sudoeste vai ter rádio

A partir da meia-noite de hoje já pode sintonizar 100.8 FM, se estiver em Lisboa, ou 102.7 FM, para quem está no Porto, e assim terá acesso ao Festival Sudoeste, 365 dias por ano e 24 horas por dia, através da Rádio SWtmn, que é o espelho do espírito do festival, com uma emissão descontraída e entusiasta, onde o papel principal está, obviamente, reservado à música.

«Música no Máximo» é a assinatura escolhida pela TMN para a sua estratégia nesta área, tendo por objectivo agarrar um público jovem e ligar algumas iniciativas mais ou menos isoladas que a operadora móvel já tinha. Segundo Luis Avelar, administrador da TMN, a rádio SWTMN é apenas mais uma das âncoras desta estratégia.

A operadora já tinha uma aposta forte em algumas iniciativas, como o festival SWTMN, que apoia há sete anos, mas quer agora tornar permanente essa ligação à música com a rádio, que funciona como uma extensão do alinhamento musical do festival da Zambujeira do Mar. A nova estação é assim um prolongamento natural dos diferentes espaços do evento, desde o Palco TMN, Palco Planeta Sudoeste Jogos Santa Casa, SAPO Positive Vibes ou Groovebox.

O público encontra não apenas a música mais nova e interessante, portuguesa e internacional, mas também a música que já conhece e que continua no topo das suas preferências, sem se restringir a um só estilo.

Entre as personalidades que estão por trás deste projecto, encontramos nomes de referência no universo radiofónico, tais como Pedro Moreira Dias, Pedro Ramos, Isilda Sanches, Inês Meneses ou, ainda, Rui Maria Pêgo e Raquel Strada.

A emissão pode ser também seguida na Internet, através do site oficial www.radiosw.tmn.pt, e nos telemóveis da TMN, estando a ser preparada a entrada no serviço da TV Meo.

“A internet e a interactividade reinventaram a rádio”, admitiu Luis Avelar na apresentação dos novos projectos da operadora na área da música. O administrador da TMN explicou ainda que há uma mudança óbvia dos média para o digital e que com a Internet fica muito mais barato lançar estes projectos.

A TMN já tinha experiência deste conceito de música – que interliga as várias plataformas –, através do projecto que foi lançado no Brasil, o Live Rio, mas quer ir além da rádio e da disponibilização de músicas no Music Box e por isso associa-se à estratégia «TMN ao Vivo», com o lançamento de uma sala de espectáculos no espaço do antigo Armazém F, em Lisboa.

Este fica disponível para artistas, promotores e labels que quiserem organizar espectáculos, não só de música mas também de teatro.

Para a rádio SWTMN a operadora conta com a organização dos promotores do festival SW e a parceria com a Rádio Renascença, adiantando Luis Avelar que está também a ser negociada uma parceria com a Media Capital, que não foi ainda fechada.

Texto de Cristina Alves
Foto de Francisco Lourenço

 

Deixar uma resposta