Festival Islâmico leva Marvão para o século IX

Entre os dias 5 e 7 de outubro, a vila alentejana de Marvão convida a viajar até à época da sua fundação, no ano de 877, com uma Feira Islâmica que recria música, danças e malabares árabes, tiro ao arco, falcoaria e onde não faltam ainda serpentes, um faquir e um sultão.

Aproveitando o feriado de 5 de outubro (sexta-feira), o certame abre portas logo pelas 10h30, com o “Mercado das 3 Culturas”, que junta mais de 70 pontos de venda com artesanato e iguarias de influência islâmica, judaica e cristã.

O programade três dias é vasto, com animação a decorrer na “zona alta” da localidade até ao final do dia.

Demonstrações de falcoaria e aves de rapina, cortejos militares sarracenos, música, dança e malabares árabes, mostra de serpentes e ainda um workshop sobre “vivência militar” fazem parte do cartaz de três dias, que conta também com exposições e espetáculos de fogo.

O encerramento do certame, agendado para as 19h00 de domingo, dia 07, inclui um espetáculo que junta todos os grupos participantes na edição de 2012 da também chamada “Almossassa”, por homenagear a fundação da localidade de Marvão e a cultura islâmica, como importante legado histórico e cultural, explica a organização, a cargo da Câmara Municipal.

Texto de Ângela Nobre

 

Deixar uma resposta