Festival dos Oceanos apresenta a força da água em WaterWall

Texto de Elsa Furtado
Fotos de Sara Santos

Todos os anos o Festival dos Oceanos traz até nós espetáculos diferentes e cada vez mais inovadores, respeitando a tradição das exposições universais, este ano, e de forma a não gorar expetativas, a produção apresenta-nos WaterWall, um espetáculo em que a água é um dos elementos principais.

O local escolhido para a apresentação foi o Terreiro do Paço, em Lisboa, ali bem junto ao Cais das Colunas, e ao local onde ficava localizado o edifício da Companhia das Índias, que desapareceu com o Terramoto de 1755, e onde se vivia em outros tempos uma grande azáfama comercial com naus a chegar e a partir carregadas de mercadorias, como era hábito no tempo dos Descobrimentos.

Foi neste cenário que ontem, sexta-feira dia 5 e hoje à noite (dia 6), vários bailarinos vão enfrentar as forças das águas, à semelhança dos marinheiros de outrora. No centro do cenário está colocada uma estrutura de metal, por onde a água começa a fluir lentamente , e vai aumentando a sua força até que se transforma numa cascata em fúria, levando então a uma “luta” entre as forças da natureza e os homens.

A ajudar à hercúlea tarefa, os bailarinos vão poder contar com a ajuda de arreios e cordas elásticas. Completam o cenário um jogo de luzes e cor, realizando uma dança única com a água, ao som de uma música criada especialmente para este espetáculo.

A coreografia é da autoria de Ivan Manzoni, e a produção é italiana. O espetáculo tem início marcado para as 22h00 e tem cerca de uma hora de duração, com entrada gratuita.

 
 

 

Deixar uma resposta