Festival de Músicas do Mundo arranca em Sines quarta-feira

O Festival de Músicas do Mundo de Sines celebra este ano a sua 12 ª edição, e promete animar o recinto do castelo local e da Praia Vasco da Gama, de 28 a 31 de Julho, com 26 espectáculos de artistas nacionais e internacionais ligados à música étnica e tradicional, de vários pontos do mundo.

Do cartaz deste ano fazem partes nomes como os Staff Benda Bilili, oriundos do Congo, U-Roy, os britânicos The Mekons, a banda de blues Tinariwen, a “cantaora” de flamenco Lole Montoya, os peruanos Novalima, o “joiker” finlandês Wimme, entre muitos outros, representantes de vários géneros musicais, desde o canto alentejano, ao reggae, passando pelos sons árabes ou africanos.

As honras de abertura do festival vão estar a cargo dos irmãos Vitorino e Janita Salomé, que vão subir ao palco do castelo, pelas 18h00, de dia 28, para interpretar modinhas alentejanas reinventadas por António Lobo Antunes, num espectáculo com entrada livre.

Ainda na quarta-feira actuam os luso-moçambicanos Cacique ’97, no palco da Avenida Vasco da Gama, e no palco do Castelo o projecto Nat King Cole en Espagnol, dirigido pelo saxofonista e director David Murray, com a participação de um grupo de músicos cubanos e da Sinfonieta de Sines.

Segue-se na noite, a actuação das nova-iorquinas Las Rubias del Norte, que apresentam o álbum Ziguala e da brasileira Céu, que apresenta uma mistura da MPB, com reggae e música electrónica. A noite termina no palco junto à praia, às 2h30, com os peruanos Novalima

No dia 29, o cartaz inclui o quinteto argentino 34 Puñaladas, com o álbum Bombay Bs.As, o finlandês Wimme, no palco da Av. Vasco da Gama às 19h30, seguindo-se a israelita Yasmin Levy, com o álbum Sentir e às 23h00 N’Diale, seguido dos The Mekons e a encerrar o Grupo Fantasma, na praia, às 2h30.

Na sexta-feira é dia de actuarem o cantor guineense Kimi Djabaté, às 18h00, no Castelo, a francesa Dorothée no palco da praia, o guitarrista nova-iorquino Dan Kaufman e a sua banda Barbez, seguidos do chinês Sa Dingding, dos tuaregues malianos Tinariwen, dos brasileiros Forro in the Dark e fechar a noite o trio de DJ’s português Bailarico Sofisticado, com a DJ Selecta Alice, às 4h00 no palco da praia.

No último dia de festival – sábado, o cartaz inclui os nomes de Guadi Galego, os timorenses Galaxy, a “cantaora” Lole Montoya, seguida do maliano Cheick Tidiane Seck, com Mamani Keita. Às 00h30, actuam os congolleses Staff Benda Bilili,  e  às 02h30, U-Roy, o expoente máximo do “toasting”, o DJing da Jamaica. A encerrar o festival, os ritmos angolanos dos luso-angolano Batida, na praia, às 4h00.

Os bilhetes para os concertos do Castelo, a partir das 21h30, custam 12,5 euros por dia, já os concertos na praia, na Avenida Vasco da Gama e os concertos no castelo às 18h00 têm entrada gratuita. O passe para os quatro dias custa 40 euros.

Por Elsa Furtado

Deixar uma resposta