Festival Ao Largo volta animar o Chiado a partir de sexta-feira

festival_largo_1_Alfredo_RochaÉ já a 28 de junho que arranca mais uma edição do Festival ao Largo. Organizado pelo Teatro Nacional de S. Carlos, o evento levará durante um mês, todas as sextas e sábados, algumas produções da instituição até ao seu largo fronteiro.

Um Concerto Sinfónico, em parceria com o Festival de Música do Estoril, inaugura o cartaz, a 28 e 29 de junho. Pelo Largo de S. Carlos passarão a Orquestra Sinfónica Portuguesa, dirigida por João Paulo Santos e quatro dos vencedores de diferentes edições do Prémio de Interpretação El Corte Inglês/Festival do Estoril, a saber a clarinetista Iva Barbosa, o acordeonista Gonçalo Pescada, o barítono Luís Rodrigues e a soprano Cristina Oliveira. Do programa fazem parte peças de Astor Piazolla, John Williams, Nino Rota, Ruggero Leoncavallo, Giuseppe Verdi e Gaetano Donizetti. O espetáculo tem início marcado para as 21h30.

Já a 5 e 6 de julho será apresentado, às 20h00, “O Carnaval dos Animais”, de Camille Saint-Sanes, pela Orquestra Sinfónica Portuguesa. Ao piano estarão João Paulo Santos (nos dois dias), Nuno Margarido na sexta e Joana David no sábado. Os instrumentistas estarão acompanhados pelos bailarinos da Escola de Dança Ana Kohler e pelos narradores Nuno Pólvora e Jorge Rodrigues. Duas horas mais tarde, será possível apreciar peças de Richard Wagner, Georges Bizet e Ernesto Lecuona, a cargo do Ensemble de Metais e Percussão da Orquestra Sinfónica Portuguesa, sob a direção de Pedro Neves.

Candide, ópera de Leonard Bernstein, na sua versão concerto, animará o Festival ao Largo, nos dias 12 e 13 de julho, às 21h30. Mário Redondo, Mário João Alves e Lara Martins são alguns dos cantores líricos a quem caberá a tarefa, na companhia do Coro de S. Carlos e da Orquestra Sinfónica Portuguesa. A batuta, essa será uma vez mais entregue a João Paulo Santos.

Já a 19 e 20 de julho, e também às 21h30, a Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Coro de S. Carlos, sob a direção de Rui Pinheiro, interpretarão o Concerto Coral Sinfónico que celebra os 200 anos do nascimento de Richard Wagner e Giuseppe Verdi.

A encerrar o Festival, nos dias 26, 27 e 28 de julho às 22h00, o S. Carlos propõe o Lago dos Cisnes. A obra de Piotr Tchaikovski, com coreografia de Fernando Duarte, será interpretada pela Companhia Nacional de Bailado.

O Festival ao Largo decorre todas as sextas e sábados, entre 28 de junho e 28 de julho e tem entrada livre.

Texto de Alexandra Gil

 

Deixar uma resposta