Festival 8 Mãos, monumentos com música dentro no Vale do Douro

O Festival 8 Mãos, monumentos com música dentro é a primeira edição de um evento de música que ocorre nos meses de setembro e outubro em monumentos classificados ou de interesse público do Vale do Douro, caracterizando-se também por envolver apenas formações musicais em quarteto.

Os municípios que irão receber este evento musical composto por doze concertos, programados  e protagonizados por músicos de várias nacionalidades (portuguesa, espanhola, norte-americana, uruguaia e da república checa), são Vila Real, Bragança, Vimioso, Freixo de Espada-à-Cinta, Lamego, Tarouca, Tabuaço, Peso da Régua, Carrazeda de Ansiães, Mesão Frio e Penedono.

Os visitantes poderão ouvir harpas, violoncelos, saxofones, cordas, entre outros instrumentos, em locais tão diversos como o Mosteiro de Salzedas em Tarouca, que vai receber no dia 30 de setembro às 17h30 o Quarteto Lulavai, o qual irá atuar também amanhã no Domus Municipalis, em Bragança, às 17h30; a Igreja Matriz de Vimioso, que recebe o Quarteto Portocello no dia 5 de outubro às 21h30 ou o Santuário de Panóias, em Vila Real, que terá a exibição do Quarteto Eire no dia 13 de outubro às 16h00, entre outros.

Para conhecer toda a programação poderá consultar o site do festival http://www.oitomaos.pt/.

Este festival tem o patrocínio da Direção Regional da Cultura do Norte e de fundos comunitários, através do Programa Operacional Regional do Norte (ON2), o apoio do Museu do Douro, da Douro Alliance e das autarquias envolvidas.? É organizado pela empresa De Mi Para Si e a entrada nos concertos é livre.

Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta