Festival 7 Sóis 7 Luas arranca hoje com homenagem a Saramago

José Saramago será homenageado pela 18.ª edição do festival Sete Sóis, Sete Luas, que arranca hoje, pelas 22 h00, com a actuação de Iñaki Plaza e Ion Garmendia no Pátio do Enxugo na Fábrica da Pólvora, em Oeiras.

O festival expande-se pontualmente este ano para a localidade da Azinhaga do Ribatejo, terra natal do Nobel da Literatura – que fora nomeado Presidente Honorário pelo apadrinhamento da expansão do festival a Cabo Verde em 2009 – que, segundo a organização, tinha manifestado  o desejo de ver ali chegar este certame dedicado à cultura mediterrânica. Desta forma, o italiano Eugénio Bennato, a israelita Mor Karbasi e o cabo-verdiano Mário Lúcio actuarão nesta localidade ribatejana.

Entre os dias 10 e 15 de Julho, para além dos espectáculos musicais, decorrerá também a exposição As Personagens de Saramago‘, que reune trabalhos de pintura e escultura de artistas internacionais, dedicados às personagens da autobiografia Pequenas Memórias (2006), livro que abrange a infância de Saramago entre os quatro e os 15 anos.

Para além do programa dedicado a José Saramago, o Sete Sóis, Sete Luas, cujo braço português termina em Castro Verde no dia 12 de Setembro, e se espalhará, até meados de Novembro, a cerca de 25 localidades em dez países (Portugal, Espanha, Itália, Grécia, Cabo Verde e Brasil, entre outros), conta tembém com o agrupamento Les Voix du 7Sóis, dirigido pelo multi-instrumentista italiano Stefano Saletti. Talya Solan (Israel), Juan Pinilla (Andaluzia, Espanha) e Pedro Mestre são as vozes que compõem o conjunto, às quais se juntam os músicos Wafir Shaik Heldin (sudanês residente em Espanha), Alen Sinkauz (Croácia), bem como Stefano Saletti.

Será o Les Voix Du 7Sóis a encerrar o cartaz do Anfiteatro de Castro Verde, pelas 21h30, que entretanto passa por Oeiras (no dia 13 de Agosto) e Vila Real de Santo António (a 16 de Agosto).

Para além da projecção internacional, o Sete Sóis aposta também no seu cariz enquanto evento de dinamização cultural, realçando, nas várias localidades por onde passará, o artesanato e produção locais.

A decorrer no eixo Portugal/Brasil/Israel entre hoje e 21 de Novembro, o Festival Sete Sóis Sete Luas passa ainda por Odemira, Alfândega da Fé, Ponte de Sor e Reguengos de Monsaraz. A entrada é gratuita em todos os eventos, e a lotação sujeita aos lugares disponíveis.

Por Cristina Alves

Deixar uma resposta