Feira do Livro renovada promete animar Lisboa durante 18 dias

136 Inscrições de Editores e Livreiros, 249 Representações e 57 Pequenos editores são alguns dos números referentes à edição da Feira do Livro deste ano, que começa mais cedo do que o habitual e vai decorrer durante 18 dias, de 29 de Abril a 16 de Maio.

Uma das principais novidades da 80ª edição da Feira do Livro de Lisboa é a programação cultural, que este ano inclui música todos os dias, das 21h30 às 22h15, no palco central, com concertos de jazz, música clássica, blues e música brasileira. O primeiro espectáculo é já na próxima sexta-feira, com os Stonebones & Bad Spaghetti (folk/bluegrass.

Completam a programação debates, apresentações, lançamentos, entre outras iniciativas à volta do livro. A “Hora H” – uma “happy hour” é outra das novidades desde ano. De segunda a quinta-feira, entre as 22h30 e as 23h30, os visitantes poderão comprar obras com 50% de desconto em títulos com mais de 18 meses de preço fixo (os stands aderentes à iniciativa estarão devidamente identificados).

A figura homenageada na Feira deste ano é Fernando Guedes, um dos fundadores da revista Távola Redonda, em 1950, da Editorial Verbo (em 1958), presidiu às Direcções do Grémio Nacional de editores e Livreiros (1968-1972) e da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (1982-1986) e da Federação Europeia de Editores e da União Internacional de Editores.

Uma campanha contra a cópia ilegal vai também decorrer durante a 80ª edição da Feira do Livro de Lisboa.

Os visitantes de palmo e meio voltam a ter este ano um espaço só para eles, com uma programação exclusiva, livros, teatro, leitura, marionetas, jogos e muitas outras surpresas, numa iniciativa conjunta com a Câmara Municipal de Lisboa, rede de Bibliotecas Públicas e Bibliotecas Municipais.

No recinto da feira de Lisboa, para além de stand renovados e coloridos, existirão também vários espaços de restauração que permitirão aos visitantes almoçar e jantar na Feira. Outra novidade é a existência de um playground para as crianças, onde estas estarão acompanhadas por monitores. Um serviço disponível diariamente até às 20h00.

Ao longo do Parque Eduardo VII vão estar dispostos 236 Pavilhões, sendo 16 do espaço LeYa, dois pavilhões de informação da APEL, um pavilhão especial do Brasil, dois auditórios, quatro espaços de restauração, um palco central e quatro palcos “secundários” em cada uma das Praças – Verde, Amarela, Azul e Laranja.

Este ano, a feira vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 23h30 e aos fins-de-semana e feriados, das 11h00 às 23h30.

Por Elsa Furtado
Fotos de Francisco Lourenço


Deixar uma resposta