Feira de Arte Contemporânea de Lisboa começa amanhã no Centro de Congressos

Este ano, excepcionalmente (devido à Cimeira dos Chefes de Estado e Governo da NATO), a Arte Lisboa regressa ao Pavilhão do Rio do Centro de Congressos de Lisboa (antiga FIL), de 24 a 28 de Novembro, para celebrar o seu décimo aniversário, onde não vão faltar diversas conferências e projectos especiais, sempre ligados a artes como a pintura, a escultura e a fotografia.

Como de costume, as galerias portuguesas, que este ano serão 45, são acompanhadas por alguma presença espanhola e também por um ciclo de debates que contam com a presença de galeristas, artistas, directores de museus e outros agentes culturais.

Como já é habito desde há alguns anos, a Feira de Arte Contemporânea tem também projectos especiais, este ano comissariados por Filipa Oliveira para o “Espaço Mezanino”, que oferece uma visão sobre “a dinâmica e a extrema qualidade da arte contemporânea na cena nacional”, segundo a organização. Este espaço, que se caracteriza por “acolher um espectro alargado de propostas representativas da diversidade das actividades artísticas em Portugal”, integra um núcleo de projectos individuais de criadores emergentes e de artistas com carreiras reconhecidas.

Na Arte Lisboa 2010 vai ainda haver uma mostra da exposição Lusofonias, que está patente na Galeria Nacional de Arte do Senegal, em Dakar. A proposta passa por, através da cedência de obras de arte que fazem parte da colecção da Perve Galeria, divulgar “um espólio artístico que permite várias leituras sobre a obra dos artistas participantes e, consequentemente, sobre a partilha de identidades no espaço da lusofonia”, explica a organização.

A proposta para esta edição da feira inclui ainda a apresentação de alguns espaços alternativos (o colectivo Kameraphoto, Plataforma MA, The Mews), bem como projectos relacionados com publicações de artistas (INC e A Estante) e iniciativas de apoio à criação artística nacional (Fundação PLMJ).

A feira inaugura amanhã, dia 24 de Novembro, às 18h00 e vai decorrer até domingo das 16h00 às 23h00.

As entradas custam 8 euros, excepto para estudantes, jovens e para pessoas com mais de 65 anos, que têm um desconto de 50 por cento.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.