Exposição Um Chá para Alice na Fundação Calouste Gulbenkian a partir de amanhã

Um Chá para Alice é a nova exposição da Sala de Exposições Temporárias, no piso 1 da Fundação Calouste Gulbenkian, que inaugura amanhã ao público, numa mostra que pretende celebrar a figura central da obra clássica de Lewis Carroll, assim como os cento e cinquenta anos da sua publicação mostrando assim ao público uma centena de ilustrações contemporâneas originais.

A exposição abre ao público no dia 1 de novembro tendo já sido estreada em Inglaterra, no Story Museum em Oxford, e terá a colaboração de vinte e um autores de quinze países que vão apresentar o seu olhar sobre a obra Alice No País das Maravilhas através das suas ilustrações, tendo como tema central o episódio do chá do Chapeleiro Maluco e da Lebre de Março. As ilustrações serão mostradas em mesas desenhadas para o efeito, uma mesa por cada ilustrador.

Os artistas representados são Alain Gauthier, Lucie Laroche, Nicole Claveloux e Rebecca Dautrement (França), Anthony Browne, Helen Oxenbury e John Vernon Lord (Reino Unido), Chiara Carrer e Lisa Nanni (Itália), Anne Herbauts (Bélgica), Dusan Kallay (Eslováquia), Iban Barrenetxea (Espanha), Joanna Concejo (Polónia), Klaus Ensikat (Alemanha), Lisbeth Zwerger (Áustria), Maggie Taylor (EUA), Narges Mohammadi (Irão), Nelson Cruz (Brasil), Suzy Lee (Coreia do Sul), Teresa Lima (Portugal) e Vladimir Clavijo (Rússia).

A estreita colaboração com a Biblioteca de Munique permite incluir nesta mostra um grande número de edições antigas e modernas deste conto que podem ser consultadas pelo público. A exposição estará patente até ao dia 10 de fevereiro de 2013 de terça a domingo das 10h00 às 18h00 e a entrada é livre.

Texto de Joana Resende

1 Comentário

Deixar uma resposta