Exposição Terracotta Army Guerreiros De Xian ® Para Ver Na Cordoaria Nacional

Por Elsa Furtado (Texto e Fotos)

Depois de uma pacífica invasão da Alfândega do Porto, eis que agora invadem a Cordoaria Nacional, em Lisboa, por onde está previsto ficarem até dia 10 de setembro, falamos dos Guerreiros em Terracota De Xian. 

A exposição Terracotta Army Guerreiros De Xian ® abriu ao público este sábado, dia 10 de junho e promete (para já) ficar até setembro patente ao público. A mostra apresenta cerca de 150 reproduções em terracota de esculturas do exército de Guerreiros de Xian, uma das mais importantes descobertas arqueológicas do século XX: o Mausoléu de Qin Shi Huang, o primeiro Imperador da China unificada e fundador da Dinastia de Qin, que governou entre 246 e 210 a.C., e que mandou também erguer a Grande Muralha da China.

Descoberto casualmente em março de 1974 por agricultores, o achado arqueológico foi desde logo considerado um dos mais importantes achados da História e encontra-se classificado desde 1987 como Património da Humanidade pela Unesco. A sepultura do imperador encontra-se rodeada por réplicas exatas dos seus palácios e dos seus funcionários reais, acrobatas e músicos e um enorme exército em terracota, uma defesa para o guardarem na nova vida que aguardava, num total de 8000 mil homens armados, 130 carruagens e 150 cavalos.

E são réplicas de algumas destas obras, feitas pelos técnicos que trataram as peças originais, que podemos ver e admirar nesta exposição, e que estão dispostas ao longo da galeria da Cordoaria Nacional, acompanhadas de um documentário, uma narrativa áudio na zona do fosso, textos de apresentação e por algumas legendas explicativas, em vitrines específicas.

A exposição apresenta-nos o período em que viveu e reinou o imperador Qin Shi Huang, o seu legado e importância para a História, a construção do seu túmulo e da sua guarda imperial para o outro mundo, e a descoberta deste magnífico exército já no século XX.

Patentes ao público estão fotografias da descoberta, recuperação do exército e da respetiva escavação arqueológica; a descrição do restauro das peças; e cerca de 70 réplicas de soldados em tamanho real, armas e cavalos, para além de pequenas esculturas. Mas o destaque principal vai para a recriação do sítio arqueológico, um fosso com cerca de 65 soldados do imortal império chinês, construído à escala de 1:1, e ainda um dinorama full color de forma que permiti ao visitante imaginar que está no local.

O percurso expositivo termina com um mini atelier de arqueologia para os mais pequenos, onde estes podem escavar em caixas de areia, pintar desenhos, peças em terracota ou até aprender caligrafia chinesa.

Terracotta Army Guerreiros De Xian® pode ser vista até dia 10 de setembro de 2017, na Cordoaria Nacional em Lisboa, de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 18h00, aos sábados domingos e feriados até às 20h00.

Os bilhetes estão à venda no local e custam 11 euros para os adultos, crianças entre os 3 e os 11 anos pagam 8 euros, famílias de 5 pessoas (2 Adultos + 3 crianças) pagam 30 euros, maiores de 65 e estudantes pagam 9 euros.