Exposição Os Animais Que Ao Longe Parecem Moscas No Museu Da Oliva

Os Animais Que Ao Longe Parecem Moscas é uma criativa exposição de José Maria Gusmão e Pedro Paiva, que pode ser vista no Núcleo de Arte da Oliva Creative Factory, em S. João da Madeira.

No espaço sito na antiga fábrica da metalúrgica Oliva, os visitantes são conduzidos ao longo de quatro impressionantes palcos. Em cada um deles, sejam cinéfilos ou meros curiosos, cada visitante terá a oportunidade para observar um determinado grupo de peças e testemunhar, “sem mediações ou outros constrangimentos, alguns dos desconcertantes fenómenos” artístico-científicos revelados pelos autores.

No decurso da exposição, os visitantes poderão apreciar mais de quatro dezenas de peças, muitas delas inéditas.

Os visitantes podem desfrutar de filmes e conhecer esculturas cinéticas exclusivas, que consolidaram a presença desta dupla da sétima arte nos mais relevantes circuitos expositivos internacionais. Por exemplo, em 2015, com a exposição Papagaio patente em Milão, Berlim e Londres, João e Pedro foram considerados como autores de uma das 10 melhores exposições do ano pelo jornal britânico The Guardian.

Com Os Animais Que Ao Longe Parecem Moscas o público terá uma verdadeira oportunidade de visualizar ao vivo “objetos e artefactos que ora foram protagonistas, ora serviram como figurantes” nos filmes que João e Pedro realizaram ao longo dos últimos 15 anos.

Como realçam os próprios artistas, esta é uma exposição que “apesar de oferecer sobretudo objetos mais ou menos sólidos, promete movimentos subtis dos espíritos das coisas”. E acrescentam: “À semelhança dos animais guardados nos museus de história natural ou na Monalisa, os artefactos agora recolhidos fingem olhar para nós, como se estivessem vivos, como se uma exposição de zombies se tratasse”.

A mostra pode ser vista de terça a domingo, das 10h30 às 18h00. Os bilhetes podem ser adquiridos no local e custam 2 euros.

Deixar uma resposta