Exposição de Cartoons no aeroporto da cidade Invicta

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, tem patente, até 30 de Setembro, uma extensão do XII Porto Cartoon-World Festival, dedicado ao tema deste ano “Aviões e Máquinas Voadoras”.

Composta por cerca de 40 trabalhos, esta mostra apresenta os desenhos premiados este ano por aquele festival, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa e que nesta edição visa homenagear o pioneirismo de Bartolomeu de Gusmão, que em 1709 fez subir o seu aeróstato, em Lisboa.

Os trabalhos estão no átrio das chegadas e foram premiados entre milhares de cartoonistas concorrentes, oriundos dos quatro cantos do mundo. O vencedor do grande prémio foi o cartoonista polaco Jerzy Gluszek, cujo desenho “In the air tonight” poderá ser apreciado no local, entre os outros galardoados dos seguintes países: Alemanha, Argentina, Bélgica, Brasil, Cuba, Escócia, França, Irão, Portugal, Roménia e Turquia.

A apresentação desta mostra no Aeroporto do Porto insere-se na política de descentralização cultural levada a cabo pelo Museu da cidade do Porto que uma vez mais lançou a mensagem humorística para fora das suas portas.

A exposição original do XII PortoCartoon, com mais de 400 desenhos dos cinco continentes, pode ser visitada todos os dias na sede do Museu Nacional da Imprensa, no Porto, entre as 15h00 e as 20h00.

Na zona da exposição do aeroporto está também instalada uma urna especial para a votação no Prémio do Público do XII PortoCartoon. Os visitantes poderão votar no trabalho preferido, contribuindo assim para a escolha do cartoonista que, em 2011, será convidado para uma exposição antológica da sua obra.

Mil desenhos espalham o humor pela cidade

Além da extensão do aeroporto, o XII PortoCartoon está patente noutros locais emblemáticos da cidade invicta, onde estarão expostos os cartoons premiados ao longo das 12 edições já realizadas e vindos, no seu conjunto, de mais de cem países.

A Livraria Leitura (Shopping Cidade do Porto), Café Velasquez (Antas), Café Célia (Cedofeita), Café Progresso (Largo Moinho de Vento), Fnac-Sta. Catarina e Edifício Transparente (final do Parque da Cidade) são os locais escolhidos para o humor.

Dispersos podem ser vistos desenhos feitos por artistas de renome internacional e que alertam para os problemas mais actuais a nível planetário, como a falta de água, o terrorismo, a globalização, o ecoturismo, a violação dos direitos humanos e a crise.

Ainda integrada no PortoCartoon pode ser apreciada, no Centro Comercial Dolce Vita Porto, a exposição antológica do cartoonista polaco Zygmunt Zaradkiewicz (vencedor do Prémio do Publico do PortoCartoon de 2009). São cerca de 100 desenhos de um humor incisivo sobre o comportamento humano

Na estação de Metro de Faria Guimarães está patente um grande painel do artista brasileiro Spacca, evocando o ‘padre voador’ Bartolomeu de Gusmão que, há 300 anos, fez subir em Lisboa o seu aeróstato. Na estação do Metro dos Aliados também foi montada a já habitual extensão da mostra original do XII Porto Cartoon, cujo mecenas é a Caixa Geral de Depósitos.

Esta distribuição alargada do humor reforça a proclamação do Porto como “Capital do Cartoon” feita em 2008, em dez línguas diferentes, diante de um pequeno monumento de Siza Vieira implantado na Avenida dos Aliados.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta