Exposição "Amália no Mundo – O Mundo de Amália" patente no Panteão Nacional

Vestido
Bem Pensado
Todos temos nosso fado
E quem nasce mal fadado
Melhor Fado não terá.
Fado é sorte
E do berço até à morte,
Ninguém foge, por mais forte,
Ao destino que Deus dá.

Versos do “Fado de Cada Um”, da autoria de Frederico de Freitas, imortalizados por Amália Rodrigues no filme Fado – História de Uma Cantadeira, uma história que bem podia ser a sua.

Dez anos passados sobre a morte da artista, o Panteão Nacional – Igreja de Santa Engrácia, local onde repousa o seu corpo desde 2001, e o IGESPAR apresentam a exposição “Amália no Mundo – O Mundo de Amália”, inaugurada no dia de um dos seus aniversários (30 de Julho) e que vai ficar patente ao público até ao dia 15 de Novembro, integrada no circuito habitual de visita ao monumento.

P7301931

A mostra relembra a fadista e o seu percurso pelo mundo. Cartazes, programas, vestidos e acessórios utilizados nos concertos que Amália deu em algumas das mais importantes salas de espectáculos do mundo, estão distribuídos por vitrinas, cada uma delas dedicada a um destino, varandas e paredes.

Espanha, França, Japão, Brasil, Grécia foram alguns dos países onde a “diva” portuguesa actuou, aqui também recordados em excertos de artigos publicados na imprensa nacional e internacional da época, e testemunhos de algumas pessoas que conviveram e assistiram aos seus triunfos.

Expo Amalia4

Além dos vestidos e das jóias, livros, filmes e reproduções de fados na voz da artista enchem o espaço do Panteão, ao longo dos vários pisos, do rés-do-chão ao terraço, numa homenagem sentida aquela que é considerada uma das maiores  artistas portuguesas de todos os tempos.

A mostra está inserida nas celebrações do aniversário da morte de Amália, sendo a primeira colectiva dedicada à fadista, fora da sua casa, na Rua de São Bento, e inclui ainda um programa de actividades com visitas comentadas, oficinas, percursos temáticos, um catálogo em português e inglês e uma linha de artigos inspirados na sua pessoa.

Expo Amalia2

“Amália no Mundo – O Mundo de Amália” pode ser visitada de terça a domingo, das 10h00 às 17h00, por 2.50 euros, no Panteão Nacional em Santa Clara, em Lisboa. As crianças até aos 14 anos e os visitantes com mais de 65 anos têm descontos, aos domingos e feriados, até às 14h00 a entrada é gratuita para todos os visitantes.

Para quem quiser ficar a conhecer um pouco mais sobre a vida de Amália, sugerimos o livro Amália – Uma Biografia, da autoria de Vítor Pavão dos Santos, editado pela Presença, que inspirou o filme Amália, lançado este ano em DVD pela Valentim de Carvalho, produtora da obra cinematográfica.

fotos de: Elsa Furtado

Veja aqui outros artigos relacionados:

“Amália Coração Independente”, primeiro acto – Central Tejo

“Amália Coração Independente”, segundo acto – Museu Colecção Berardo

“Amália 2009? – tertúlias no São Luiz falam sobre o outro lado da fadista

“Amália 2009? – actividades no Museu do Fado

Amália recordada com a colecção “Amália Sempre”

Amália, “Coração Independente” – o CD da homenagem

Deixar uma resposta