Esfera dos Livros editou “Vidas Surpreendentes, Mortes Insólitas da História de Portugal”

Da Editora Esfera dos Livros chega-nos Vidas Surpreendentes, Mortes Insólitas da História de Portugal que tem como protagonista a morte. O livro aborda a história a partir do fim “… sabia que Miguel Bombarda morreu nas vésperas de cumprir com o seu papel na revolução, às mãos de antigo doente que lhe cravou várias balas no peito. Ou que Almirante Reis decidiu por termo à vida com um disparo de revolver na cabeça?”

A morte de Luís de Camões na miséria e solidão … e que Luísa Todi, cantora lírica portuguesa de renome internacional nos séculos XVIII e XIX, atuou em cortes como Madrid, Paris, Veneza, Nápoles, Berlim, Moscovo, morreu pobre, cega, numa modesta casa do Bairro Alto?

O historiador Ricardo Raimundo pesquisou e investigou as mortes mais incríveis de figuras históricas de Portugal, que se destacaram por grandes feitos heróicos, pela obra deixada , pela riqueza da sua vivência mas que na hora de morrer se encontraram perante situações caricatas.

Ricardo A. Varela Raimundo nasceu a 24 de Novembro de 1981, em Lisboa, é licenciado em História pela Faculdade de Letras de Lisboa e mestre em História Moderna pela Faculdade de Letras de Lisboa, colabora com o Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa, onde trabalha no projeto Portugaliae Monumenta Misericordiarium. Realizou diversos trabalhos sobre fontes inéditas depositadas no Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo, colaborou no Dicionário Histórico das Ordens e Instituições afins em Portugal, publicado em 2010 e tem participado em diversos congressos, colóquios e encontros de História, em Portugal e Espanha.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta