Esculturas de António Redondo em exposição no Monsaraz Museu Aberto

A vila de Monsaraz recebe, até 27 de janeiro, a exposição 2,5 D, que mostra vários trabalhos gráficos e esculturas em pedra, cerâmica e madeira, de António Redondo.

Este artista visual trabalha com diversos materiais e processos no campo da produção artística, como cerâmica, granitos, madeira e metais, mas também fotografia.

Segundo recorda a organização, numa nota enviada à imprensa, António Redondo tem obras públicas em Itália, Alemanha, Turquia e Portugal.

Desde 1990, os seus trabalhos puderam ser apreciados, por exemplo, na Casa Bocage (1990), em Setúbal, na Bienal da Pedra (2001), em Alpalhão, no Ministero per i Beni Culturali ed Ambientali (1994), em Roma (Itália), na Marmommachine (1996 e 1997), em Marina di Carrara (Itália), na Wunsiedel Steinmetzschule (1997), em Wunsiedel (Alemanha), na Art Now! (1998), em Bamberg (Alemanha) e na Yezemek Biennale (2006), em Yezemek (Turquia).

Integrada no ciclo de exposições Monsaraz Museu Aberto, promovido pela Câmara Municipal, a exposição “2,5 D” vai ser inaugurada no próximo sábado, dia 15 de dezembro, às 11h30, na Igreja de Santiago, na vila medieval de Monsaraz.

Texto de Ângela Nobre

Deixar uma resposta