Ermida Nossa Sr.ª da Conceição de Belém recebe exposição de Manuel Amado

A Ermida Nossa Sr.ª da Conceição de Belém recebe  até 13 de  Janeiro de 2013, a exposição de sete óleos inéditos de Manuel Amado, representativos de interiores de igrejas portuguesas.

Esta exposição deve a sua concepção ao espaço expositivo que a acolhe, uma ermida, assim o artista revisitou algumas igrejas portuguesas, representando-as de forma, aparentemente, mimética. Estão representadas algumas igrejas de Santarém, São Martinho do Porto e Lisboa. Em todas as telas denota-se a mestria e rigor do seu traço de arquitecto. O resultado é uma dimensão cénica, projectada pelos ângulos, esquinas, pontos de fuga, jogos de sombra e luz que caracterizam estas telas.

A acompanhar as obras de Manuel Amado está inscrito na parede um poema de Pedro Tamen, especialmente criado para esta mostra. Esta não é a primeira colaboração de ambos, já em 1994, escritor e artista tinham colaborado numa exposição intitulada “Um Poeta/Um Pintor”, na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa.

Manuel Amado iniciou o seu percurso no final dos anos 50 e é um dos mais importantes pintores portugueses da sua geração. A sua obra encontra-se representada em colecções públicas e privadas, nomeadamente na Fundação Calouste Gulbenkian; Fundação das Descobertas – Centro Cultural de Belém; Fundação Millennium bcp; Fundação Oriente, Fundação EDP, Fundação Portugal Telecom, Fundação Cupertino de Miranda, Fundação D. Luís I, Culturgest, Museu da Cidade, Lisboa, Casa Museu Fernando Pessoa, Museu de Tomar- Doação José Augusto França, Museu do Convento de Jesus – Setúbal e Museu da Tapeçaria de Portalegre. No estrangeiro a sua obra faz parte de importantes colecções tais como Fundação Jacqueline Vodoz e Bruno Danese em Milão, Itália e Fundação António Pérez – Museu de Arte Contemporânea de Cuenca, Espanha.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta