Eduardo Souto Moura recebe Prémio Wolf

O arquiteto português Eduardo Souto Moura foi distinguido com o Prémio Wolf, um dos mais importantes prémios mundiais para as artes, atribuído pela fundação israelita que detém o mesmo nome.

Esta atribuição a Souto Moura reconhece o seu trabalho e a importância do arquiteto português “para o avanço da profissão e das ideias da arquitetura”. Foram ainda premiados mais sete cientistas dos EUA, Alemanha e Áustria,  que vão dividir cem mil dólares em cada uma das categorias.  Os prémios vão ser entrgues em maio pelo Presidente israelita, Shimon Peres.

O Prémio Wolf foi criado em 1978 e desde então tem sido atribuído anualmente  no campo das ciências, designadamente agricultura, química, matemática,  medicina e física.  Nas artes tem alternado anualmente entre as disciplinas de arquitetura,  música, pintura e escultura e já distinguiu nomes como o artista Marc Chagall em 1981 ou o tenor Plácido Domingo em 2012 assim como, em 2001, o arquiteto português Álvaro Siza Vieira.

Eduardo Souto Moura é natural do Porto, trabalhou com Siza Vieira e é autor de vários projetos de edifícios públicos e privados em Portugal e no estrangeiro, entre os quais se destaca a Casa das Histórias de Paula Rego em Cascais e já recebeu vários prémios, como o Prémio Secil e o Prémio Pritzker em 2011.


Deixar uma resposta