DOC – COD Em Lisboa: Grelhados Como Manda A Tradição

Por Elsa Furtado (Texto e Fotos)

É raro o português que não gosta de um bom bacalhau, especialmente quando ele é bem assado na brasa, mas nas cidades nem sempre é fácil encontrar este prato bem feito, um desafio que o restaurante DOC COD, na Doca de Santo Amaro, em Lisboa, se propõe a superar e servir “O Melhor Bacalhau de Lisboa”.

Com uma grelha industrial, moderna, a carvão e lenha, instalada logo na entrada do restaurante e que é o centro das atenções da casa, os responsáveis prometem servir grelhados tão bons e bem feitos como se estivéssemos na aldeia ou em qualquer outro espaço com uma boa grelha ao ar livre, com aquele sabor autêntico e à nossa terra.

Aqui, o prato principal é o bacalhau, grosso (cada posta tem cerca de 1 kg), que vem para a mesa acompanhado de batatas assadas, grão, azeite, alho e grelos servidos à parte (39 euros), mas se preferir também pode optar por um bom Costeletão de novilho acompanhado com batatas assadas recheadas.

O bacalhau servido aqui na casa é todo ele demolhado no local, numa sala própria, com dois tanques de água, onde o bacalhau é colocado durante 48 ou 72 horas e a água vai sendo mudada, de forma a ficar mais ou menos salgado, de forma a ir de encontro ao paladar do cliente, quer seja nacional ou estrangeiro (o português gosta do bacalhau a saber a sal).

Mas as opções não se ficam por aqui, e podem ir desde o Bacalhau à Brás (12 euros); Bacalhau com Natas (11,50 euros); Bacalhau Lascado (16 euros); à Açorda de Bacalhau, passando pelas as Pataniscas (com Arroz de Feijão) ou os Pastéis de Bacalhau (com Arroz de Grelos); Polvo à Lagareiro (15,50 euros); Robalinho Grelhado (14,50 euros); Lombo de Salmão Grelado (14 euros); e Arroz de Tamboril (entre 19,50 euros – 34 euros).

Na carne, para além do Costeletão de Novilho maturado de San Sebastian, no País Basco, é possível também optar pelo Bife da Vazia Grelhado (18,50 euros), Secretos de Porco Preto; Espetada de lombo de novilho ou Espetada de Lombo de Porco (13,50 euros); Bife do Lombo Frito (21,50 euros) ou um simples Hambúrguer com batatas fritas (11,50 euros).

Se gosta de pratos vegetarianos aqui também tem opções: Beringela Recheada ou o Cuscuz de Legumes, que também são confeccionados na grelha.

Os mais pequenos não foram esquecidos, e o menu infantil inclui Hambúrguer de Novilho ou Peito de Frango Grelhado e gelado de sobremesa.

Para sobremesa, opções é que não faltam, desde as mais tradicionais como o Leite Creme, Arroz Doce, Pudim Abade de Priscos, Crumble de Maçã, aos Cheese Cakes e Fruta.

De referir ainda a diversificada carta de vinhos, que permite escolhas de norte a sul do país.

O DOC COD dispõe de uma esplanada junto ao rio, quase debaixo da Ponte 25 de Abril, com uma vista privilegiada, uma sala no piso inferior com uma lareira bem acolhedora e perto da grelha, e uma sala para mais de cem pessoas no andar superior.

O restaurante fica Doca de Santo Amaro, e funciona de segunda a sexta, das 12h00 às 24h00, e sábado e domingo das 12h30 às 24h00.

Deixar uma resposta