"O Deus da Matança" estreia hoje no Teatro Aberto, em Lisboa

Dois rapazes andam à pancada depois da escola e um deles parte os dentes ao outro… mas esta história não é acerca deles.deusdamatanca-1

Os pais de Bruno, agora desdentado, conseguem descobrir que foi Fernando quem lhe bateu, e convidam os pais deste para irem lá a casa resolver o assunto como pessoas civilizadas.
O encontro começa num tom muito cordial e civilizado, mas lentamente, pequenas verdades se vão dizendo e insinuando, de parte a parte. O tom amigável e compreensivo com que começaram o encontro é a pouco e pouco substituído por uma desagradável tom de agressão.
Todo o ser humano consegue conter a sua raiva apenas até um certo ponto…e uma vez ultrapassado esse ponto, poderemos finalmente conhecer verdadeiramente alguém…Este será o pior dia da vida deles.

A situação retratada na peça é tão real que podiamos facilmente substituir os personagens por pessoas que nós mesmo conhecemos. Este é o enredo da nova peça de João Lourenço, que estreia hoje na Sala Azul, no Teatro Aberto à Praça de Espanha, com Joana Seixas e Sérgio Praia no papel dos “muito compreensivos” pais de Bruno, o rapaz que ficou com os dentes partidos e, Sofia Portugal e Paulo Pires interpretam os pais de Fernando.

deusdamatanca-2

Sobre a sua personagem, Joana Seixas disse ao C&H que, “A Verónica tem a razão nas palavras, mas não a tem nos actos, ela é uma pessoa muito fundamentalista, muito intensa”. Um papel muito intenso, com o qual a actriz se mostrou muito satisfeita, “Fiquei muito contente com o convite do João Lourenço, especialmente porque me estreei no Teatro Aberto, e como tinha acabado de gravar a novela (Podia Acabar o Mundo na SIC), estava disponível, foi um timing perfeito”.

O Deus da Matança é uma peça de Yasmina Reza (escritora francesa, filha de pai iraniano e de mãe húngara), com encenação de João Lourenço, que em conversa com o C&H disse, “A peça estreou inicialmente na Alemanha, mas na altura não me chamou muito a atenção, só mais tarde, quando ela foi traduzida e adaptada para inglês é que me despertou a curiosidade e vi que dava um “bom jogo” para quatro actores”.

deusdamatanca-3

O encenador salientou ainda que, “Actualmente, esta peça está em cena na Alemanha, em 18 teatros, com 18 encenações diferentes. É muito intensa e actual, uma comédia, com a qual muitas pessoas se vão identificar, uma vez que fala sobre a ditadura das crianças e das famílias que vivem em função delas”.

O elenco é composto por uma camaleoa, “histérica” e extremista defensora dos direitos humanos Joana Seixas, um “indiferente” e workaholic Paulo Pires, um “indeciso” Sérgio Praia e uma forte e “autoritária” Sofia Portugal.

Os actores foram cuidadosamente escolhidos, “A Sofia Portugal é uma óptima actriz e faz parte da casa, Paulo Pires achei que era perfeito, a Joana Seixas queria experimentar trabalhar com ela, e o Sérgio é um actor pouco conhecido, uma pessoa cinzenta que me pareceu ideal para o papel”, explicou o encenador.

Os espectáculos têm lugar de quarta a sábado, às 21h30 e domingo às 16h00, em cena até ao fim de Julho.

Os bilhetes custam 15 euros para adultos, 7.50€ para jovens até 25 anos e 12 euros para mais de 65 anos.

5 Comentários

  1. Fui uma das comtempladas com um bilhete duplo no passatempo “O Deus da Matança”, e venho por este meio agradecer e elogiar os actores. A peça teve uma história engraçada e ao mesmo tempo interessante. Revelou o lado (des)humano das pessoas sem deixar de ter o seu ar de piada. O empenho dos actores foi excelente e tornaram a peça muito vivida e sem que desse para olhar para outro lado sem ser para o palco. Os meus parabéns.

Deixar uma resposta