Destaque da Semana: O Diário a Rum

O Diário a Rum

Título Original: The Rum Diary
Género: Comédia, Thriller
Realizador: Bruce Robinson
Intérpretes: Johnny Depp, Giovanni Ribisi, Aaron Eckhart, Amber Heard, Richard Jenkins

Sinopse:

Baseado no romance de estreia de Hunter S. Thompson, The Rum Diary conta-nos a história cada vez mais desenfreada do jornalista itinerante Paul Kemp (Johnny Depp). Cansado da loucura e do ruído de Nova Iorque e das esmagadoras convenções da América no final da era Eisenhower, Kemp viaja para a pureza da ilha de Porto Rico para escrever para um jornal local, o San Juan Star, dirigido por um editor na mó-de-baixo, Lotterman (Richard Jenkins). Adoptando o estilo de vida da ilha, bem regado de rum, Paul fica rapidamente obcecado por Chenault (Amber Heard), a loucamente atraente noiva de Sanderson (Aaron Eckhart). Este, um homem de negócios envolvido em investimentos um pouco sombrios, é apenas um de um crescente número de empreendedores norte-americanos determinados em transformar Porto Rico num paraíso capitalista ao serviço dos ricos. Quando Kemp é contratado por Sanderson para escrever favoravelmente acerca do seu mais recente negócio sujo, o journalist é presenteado com duas opções: usar as suas palavras em benefício do corrupto negociante ou usá-las para o desmascarar…

Acabado de sair da Força Aérea e um emprego a começar por baixo na Time Magazine, o futuro jornalista anarca Hunter S. Thompson mudou-se em 1960 para San Juan, no Porto Rico. Trabalhou pouco tempo no El Sportivo antes do jornal fechar e tentou sem sucesso arranjar emprego no San Juan Star. As pessoas que conheceu e o que viveu na ilha inspiraram-no a escrever “The Rum Diary,” que se manteve inédito durante décadas. Na década de 1990, Johnny Depp, um amigo íntimo de Thompson, descobriu acidentalmente o manuscrito numa visita à casa deste em Woody Creek. Nessa mesma noite decidiram publicar o romance e adaptá-lo ao cinema. Bruce Robinson, o realizador de Withnail & I”, foi convidado por Depp a sair do seu retiro para escrever e dirigir o filme. A sua versão de The Rum Diary é um trabalho de amor e um tributo clarividente a Thompson.

 

Também em estreia esta semana:

Deixar uma resposta