Culturgest Apresenta O Cinema De Annie Baker

A partir de amanhã, dia 19 e até dia 23, sobe ao palco do Pequeno Auditório da Culturgest a peça O Cinema, de Annie Baker.

SAM : Às vezes há pessoas que ficam sentadas até ao fim do genérico. Mas depois vão-se embora.

Num cinema esquecido de província, três empregados mal pagos varrem pipocas nas coxias vazias e cuidam de um dos últimos projetores de 35mm. Um tributo ao cinema e um comovente retrato de três pessoas que talvez não tenham futuro.
O cinema acabou? E o trabalho? O que ficou de um mundo que pensámos ia durar muito mais tempo? Lixo, vassouras, bilhetes rasgados, bobines por devolver? E no entanto, o desejo, talvez o amor.
Insistindo num realismo a que chamamos americano, rarefeito e dilatado até parecer outra coisa, Annie Baker escreve aqui uma elegia. Um teatro singular, este que agora apresentamos: melancólico, finamente observado, duro e generoso, cómico quase sempre.

A peça é da autoria de Annie Baker, com a qual recebeu o Prémio Pulitzer em 2014, e conta com as interpretações de António Simão, Bruno Huca, Rita Cabaço e Pedro Gabriel Marques e é uma coprodução dos Artistas Unidos e da Culturgest.

O Cinema pode ser visto de 19 a 23 de abril, às 21h30, e no domingo às 17h00. Os bilhetes estão à venda no local e custam 13 euros o normal, e 5 euros para jovens até aos 30 anos e desempregados.

Deixar uma resposta