Conversa e Cinema em torno da obra de Alberto Carneiro em Serralves

ImageProxy.mvcA obra de Alberto Carneiro vai estar em discussão, este sábado na Fundação Serralves, numa conversa e sessão de cinema inspirados na obra do artista plástico.

A conversa, que tem como objetivo pensar a relação entre a performance e as artes visuais, vai contar com a presença da diretora do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Isabel Carlos. Alberto Carneiro é referido como um dos artistas portugueses que mais contribuíram para complexificar o significado e o alcance da palavra “performance”. Nas suas obras e esculturas, é visível a interação entre o corpo do artista e as matérias da sua eleição, levando a repensar o significado da performance na sua obra.

A conversa será seguida da exibição de Dificilmente o que habita perto da origem abandona o lugar, um filme Catarina Rosendo e Olga Ramos, inspirado na peça de Alberto Carneiro O Canavial: Memória-Metamorfose de um Corpo Ausente, de 1968.

A conversa tem lugar às 16h00 na biblioteca da Fundação Serralves e o filme será exibido às 18h00 no auditório. A entrada é gratuita.

Texto de Sandra Mesquita

Deixar uma resposta