Coimbra convida à descoberta da ciência nas ruas da cidade

O Museu da Ciência da Universidade de Coimbra está a promover passeios, pela cidade, para mostrar como a Química, a Física ou a Botânica marcam o quotidiano. No passeio inaugural, que decorreu este domingo sob o tema da Química, falou-se de pastilhas elásticas e relva acabada de cortar, num percurso que deu a possibilidade às famílias de saírem de casa, fazerem observações ao ar livre e de descobrirem pequenos segredos que a química fez nascer em muitos pontos da cidade.

Sérgio Rodrigues, do Departamento de Química da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, foi quem teve a ideia de fazer estes “Trilhos” – eis o nome da iniciativa -, inspirados naqueles que existiram, em Inglaterra, nos anos 80.

Nos “Trilhos”, o cientista-guia empresta o seu olhar aos visitantes, para que possam ver o mundo como ele o vê. Segundo o investigador Sérgio Rodrigues, estes percursos podem contribuir para revelar a importância da química e das suas aplicações em novos contextos.

O “Passeio com a Química” foi o primeiro de uma série de trilhos que permitirão às famílias revisitar Coimbra através do olhar da ciência. A proposta consiste em olhar para certos pormenores da cidade, para aspectos tantas vezes tornados invisíveis pelo dia-a-dia apressado.

No próximo dia 6 de Junho, será a vez do investigador Francisco Gil dar a conhecer os segredos da física.

A 4 de Julho, terá lugar um passeio de descoberta da botânica, sob a orientação de António Coutinho, da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

A participação nos passeios custa três euros por pessoa e requer marcação prévia (através do telefone: 239 85 43 50). Para mais informações, os interessados poderão consultar o site do Museu da Ciência.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta