Charlie e a Fábrica de Chocolate, de Roald Dahl

Charlie e a Fábrica de Chocolate, de Roald Dahl e best-seller de todos os tempos com mais 13 milhões de cópias vendidas e duas adaptações ao cinema,  regressa às livrarias com a chancela da Civilização, que tem o exclusivo dos direitos.

O autor Roald Dahl, escritor de literatura juvenil, já vendeu mais de 100 milhões de livros, em 45 línguas e publicou esta história pela primeira vez em 1964.

A história desenvolve-se em redor de Charlie Bucket que adora chocolate e Willy Wonka, prodigioso inventor do mundo, que abre as portas da sua fábrica de chocolate, onde não faltam os rebuçados cintilantes, gulodices sinuosas e um rio de chocolate derretido, a cinco crianças sortudas.

O autor começou a escrever em 1942 e o seu primeiro livro para crianças, género em que se destacou, foi Gremlins. A lista é extensa e inclui títulos como Matilda, O Fantástico Senhor Raposo (a publicar em Junho) ou James e o Pêssego Gigante (a publicar em Outubro).

Nascido a 13 de Setembro de 1916 e falecido a 23 de Novembro de 1990, Roald Dahl nasceu no País de Gales, filho de pais noruegueses. Durante a II Guerra Mundial foi piloto da RAF (Royal Air Force). Foi casado duas vezes e teve cinco filhos. Fundou a Roald Dahl’s Marvellous Children’s Charity para investigação nos campos da neurologia e hematologia. Em 2008, foi inaugurado o The Roald Dahl Funny Prize, prémio anual para autores de ficção humorística infantil.
Roald Dahl recebeu o prestigiado Blue Peter Book Award.

A tradução é de Maria da Fé Peres e o preço de venda ao público é 9,50 euros.

Deixar uma resposta