Centro Nacional de Cultura promove viagem à Roménia e à Bulgária

castelo_draculaO Centro Nacional de Cultura está a preparar uma viagem à Roménia e Bulgária, de 10 a 21 de abril, com um programa muito especial organizado pela agência Quinto Império, especializada em viagens culturais.

Com início na cidade de Bucareste, outrora conhecida como Little Paris, vai conhecer esta cidade de largas avenidas e gloriosos edifícios construídos durante a Belle Epoque. Pode visitar o Village Museum, Muzeul Satului Roman, o Museu Nacional de História – Arqueologia e História e Kiseleff, a reconstrução de uma aldeia típica romena localizada num parque ao lado de um lago, com casas rurais, fazendas, igrejas, oficinas e moinhos de água. Visitará ainda algumas das principais cidades da Transilvânia como Bran, onde se localiza o famoso Castelo do Conde Drácula.

Segue-se uma visita a Sibiu, uma das mais interessantes cidades da Roménia graças à sua dinâmica cultural, com muitos lugares para visitar. As praças da cidade alta, são local de atividade comercial, enquanto que a zona baixa da cidade está cheia de fortificações e é onde se localiza a zona industrial da cidade.

Paragem obrigatória em Sighisoara, cidade património da Humanidade desde 1999. A cidadela foi construída pelos saxões da Transilvânia, pessoas de etnia alemã, no século XII. Ainda hoje conserva a arquitectura típica da Alemanha medieval e é testemunho de 850 anos da cultura e história do saxões da Transivâlnia. É a terra natal de Vlad, o Empalador, que serviu de inspiração para o conde Drácula, no romance de Bram Stoker.

O programa inclui ainda visitas a Sighisoara, Targu Mures, Bistrita, Vatra Dornei, Suceava (com visita ao Mosteiro), Iasi, Cucuteni (onde pode conhecer o Palácio da Cultura, o Teatro Vasile Alecsandri ou a Catedral Metropolitana), passagem por Tripoly e depois Iasi, Braila, Macin e Tulcea.

Segue-se Istria, a cidade de ruinas greco-romanas da Histria, apelidada de Pompeia da Roménia.  Histria Fortaleza foi a mais antiga colónia grega na Roménia. Fundada no século VII a.C. pelos gregos de Mileto, a cidade mais rica em Ionia (Ásia Menor), este posto de comércio tornou-se o principal porto grego no Mar Negro. A cidade prosperou durante 14 séculos, sob a ocupação romana e bizantina, até que as forças invasoras disseminou-a fora do mapa no século VII.

Ainda na Bulgária é tempo de visitar Ovidio, Adamclisi, Constância, Vama Veche, Balcik, Varna, Sumen, Ruse e para terminar de novo Bucareste.

O preço por pessoa é de 2.800 euros, e inclui viagem em vôos Air France, via Paris – Charles de Gaulle, alojamento em hotéis de 4 e 5 estrelas, deslocação em autocarro com ar condicionado, refeições e visitas mencionadas no programa, acompanhante da agência de viagem e guia local em português ou espanhol durante 11 dias.

Para mais informações consulte o Centro Nacional de Cultura.

Texto de Clara Inácio
Imagem – Site Turismo Roménia

 

Deixar uma resposta