CD e DVD que Ivete Sangalo gravou em Nova York chegam hoje às lojas

Quando o assunto é Ivete Sangalo, todo mundo sabe que “vai rolar a festa”, principalmente quando se trata do lançamento do seu novo CD e DVD, Multishow Ao Vivo – Ivete Sangalo no Madison Square Garden, gravados em Nova Iorque (EUA) a 4 de Setembro e que chegam hoje, dia 13, às lojas.

Com a particularidade da cantora ter sido a primeira braileira a apresentar-se no Madison Square, este trabalho tem produção musical de Alexandre Lins, foi filmado pelo diretor inglês Nick Wickham, responsável por DVDs de Madonna e Beyoncé, entre outros. No repertório estão reunidos sucessos da cantora, como “Cadê Dalila?”, “Berimbau Metalizado”, “Eva”, Festa”, “Sorte Grande” e “Na Base do Beijo”. O funk “Aceler Aê”, a música dançante “Qui Belê”, o galope “Desejo de Amar” (que deve ser a música a ser trabalhada inicialmente, com jeito de hit de Verão) e o tema “Pra Falar em Você”, uma guajira cubana com sotaque de recôncavo baiano, são inéditas.

“Pensando em Nós Dois”, outro tema inédito, colocou lado a lado no show Ivete e Seu Jorge, e resultou num dos melhores momentos do DVD. Ela e a canadense Nelly Furtado fazem duo em “Where it Begins”, assim como a baiana e o argentino Diego Torres também dividem a interpretação de “Ahora Ya Sé” (versão de “Agora Eu Já Sei”). Ivete Sangalo estabelece ainda um dueto inédito em darte com o popstar colombiano Juanes.

A cantora trouxe para o projecto artistas consagrados, que conheceu nas viagens pelo Mundo e de quem se tornou amiga. Novidade, também, é Ivete ao piano, pela primeira vez em público, cantando “Easy”, dos Commodores. Outra homenagem foi a feita a Michael Jackson em “Human Nature”. No entanto, é ao cantar “Me Abraça”, sucesso como vocalista da Banda Eva, que ela foi tomada pela emoção, acabando por chorar e pedir desculpas às 15 mil pessoas presentes no Madison, que esgotaram o espectáculo dois meses antes.

O show ficou ainda marcado por um final apoteótico, com a cantora a deixar o palco içada por balões, numa cena inspirada no filme de animação “Up – Altamente”.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta