Casino do Estoril recebe exposição de Paulo Ossião dedicada a Lisboa

A minha Lisboa 30 anos depois é a nova exposição de Paulo Ossião, a sua décima exposição individual a inaugurar no próximo sábado, dia 22 de Outubro, às 19h00, na Galeria de Arte do Casino Estoril, comemorativa de 30 anos de atividade e da sua primeira presença naquela galeria, onde em 1981, no II Salão de Outono, foi distinguido com uma menção honrosa.

Paulo Ossião é um reputado aguarelista, tendo adquirido o estatuto de um dos mais qualificados retratistas da cidade de Lisboa, das suas praças e ruas, das suas colinas e monumentos, do Tejo e das zonas ribeirinhas, mas também das pessoas.

Nestes últimos anos Paulo Ossião melhorou em qualidade, adoptou o azul como a sua cor preferida, com uma infinidade de nuances, dos céus das quatro estações, das águas do Tejo e do mar, dos azulejos das casas antigas da velha capital.

O artista acha que esta será uma das suas melhores exposições de sempre. O tema é o de sempre, Lisboa, e as pessoas, essas serão as das esplanadas do Restelo, onde residiu e muitas vezes se sentou. A figuração humana terá lugar de uma forma esboçada, em manchas muito ténues, num cromatismo suave, como que esfumados pelo passar do tempo.

A mostra contempla três dezenas de aguarelas e algumas esculturas, em bronze, actividade a que se tem dedicado recentemente.

A exposição vai estar patente ao público até 21 de novembro, todos os dias, das 15h00 às 24h00.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta