Casa-Museu Medeiros de Almeida propõe almoços com com peças de arte

Reportagem de Elsa Furtado (texto e fotos)

A Casa-Museu Medeiros e Almeida inspirou-se na National Gallery de Londres e criou a iniciativa “Almoços com Arte”, de forma a conquistar novos públicos para o museu. A iniciativa vai decorrer em duas fases, a primeira até ao dia 26 de agosto e desafia as pessoas a levarem a “merenda” e almoçarem em frente a uma obra de arte, durante 15 minutos. A segunda fase arranca em Outubro e permite adquirir uma “lancheira” com uma sandes e um sumo na cafetaria do museu.

Os “Almoços com Arte” vão decorrer de segunda a sexta-feira, sempre às 13h30, ao longo de 15 a 20 minutos, durante os quais uma guia do museu explica as histórias que envolvem a peça escolhida, enquanto os visitantes almoçam sentados numa cadeira de museu, fornecida à entrada.

Para os próximos almoços as peças selecionadas são “Encomendas Portuguesas”, porcelanas Ming no dia 11 e “Um marceneiro excepcional”de F. Linke no dia 12.

Para a próxima semana as peças escolhidas são “Partie et Contre-partie” de Boulle no dia 16, “Uma colecção” de Jan van Goyen no dia 17, “Laca e Jade”, peças chinesas no salão no dia 18 e “De Vita Caesarum”, taça Aldobrandini a 19 de agosto.

Para a última semana estão reservados almoço com “Pequenos objectos de luxo”, caixinhas de rapé, no dia 22, “Princesa Portuguesa, Rainha de Inglaterra”, Catarina de Bragança a 23 de Agosto; “O melhor relojoeiro de todos os tempos”, Breguet no dia 24; “Se Rembrandt falasse”, história de duas pinturas, no dia 25, e para encerrar a 26 de Agosto “Na corte de Sissi”, peças austríacas na colecção.

A participação na iniciativa é gratuita, permitindo depois a visita à Casa-Museu, para quem o quiser fazer.

O museu está aberto ao público de segunda a sexta, das 13h00 às 17h30, e aos sábados das 10h00 às 17h30. O bilhete de acesso ao museu custa 5 euros, e as entradas ao sábado de manhã são gratuitas.

Deixar uma resposta