Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves apresenta exposição sobre o coleccionador

Inserida nas comemorações da República, a Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves, em Lisboa tem patente ao público até 31 de Maio de 2011, a exposição Coleccionar para a Res publica – o Legado do Dr. Anastácio Gonçalves (1888 – 1936).

A mostra apresenta ao público pela primeira vez obras de arte e novos documentos, como é o caso da inédita e primeira prova documental, de 1937, da intenção de um futuro legado ao Estado da Casa-Malhoa e da colecção de arte.

Também, pela primeira é revelado o lado de doador de obras de arte a museus, do médico e filantropo, tal como outros aspectos da sua vida pessoal e profissional.

Admirado por uns e respeitado por muitos, o Dr. Anastácio Gonçalves foi médico, coleccionador, viajante e filantropo, defensor e praticante dos valores universais como a liberdade, e o seu legado ficou para a história como um exemplo de civismo, cidadania, solidariedade, igualdade perante a Lei, e de defesa da universalidade no acesso à Saúde, Educação, Arte e Cultura.

A sua residência foi transformada em Casa-Museu em 1980, e reúne as colecções obtidas durante a sua vida e que podem agora ser vistas pelo público.

Durante a exposição temporária vão decorrer vários ciclos temáticos de visitas, para grupos, público geral e escolas, e visitas orientadas para o público geral, todas as quartas-feiras, pelas 15h30, pelo módico preço de 1 euro.

O museu está aberto terça-feira das 14h00 às 18h00, e de quarta a domingo, das 10h00 às 18h00. O preço normal dos bilhetes é de 3 euros.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta