Carlos Avilez e TEC regressam com Roberto Zucco

Carlos Avilez e o Teatro Experimental de Cascais (TEC) regressam com Roberto Zucco, com estreia marcada para dia 29 de novembro, às 21h30, no Teatro Mirita Casimiro,em Cascais.

Depois do sucesso de O Comboio da Madrugada, com Eunice Muñoz, a TEC regressa com o tema da morte com uma peça do final do século XX, de Bernard-Marie Koltès, Roberto Zucco. O protagonista é Tomás Alves, com a participação de Ana Nave, que colabora pela primeira vez com o TEC, e com o elenco residente da companhia.

Quem é Roberto Zucco? Um criminoso, um assassino, um violador, ou um jovem atormentado e melancólico, marcado pela violência do seu quotidiano. A peça foi escrita em 1989, ano da morte do seu autor, e consciente da morte, faz um último trabalho testamentário e final. A história é inspirada em factos reais, na história de um jovem assassino italiano que aterrorizou a Europa no final dos anos80. Apeça tem algo de Shakespeare, é um Hamlet moderno em busca da morte. “ Quem é Roberto Zucco? Se olharmos melhor é um anjo, um portador da vida e do amor.”

Bernard-Marie Koltès nasceu em Metz em 1948 e morreu em 1989, vítima de SIDA. Ainda era estudante quando escreveu para teatro, o seu primeiro monólogo, Le Nuit Just Avant les Fôrets, estreou no Festival d’Avignon em 1977. Os seus textos foram encenados maioritariamente por Patrice Chéreau, Combate de Negro e de Cães (1983), Cais Oeste (1986), Na Solidão dos Campos de Algodão (1987) e Regresso ao Deserto (1988). É influenciado por Jean Genet e Athol Fugard. É considerado como um clássico da dramaturgia do final do século XX. As suas peças são representadas um pouco por todo o mundo. Retrata uma realidade crua e violenta, mas simultaneamente, poética e sonhadora. Roberto Zucco foi a sua última peça.

Roberto Zucco vai estar em cena de 29 de novembro a 18 de dezembro e de 4 a29 de Janeiro, no Teatro Municipal Mirita Casimiro, em Cascais. De quarta-feira a domingo, às 21h30. Os bilhetes custam 15 euros.

Texto de Clara Inácio
Fotos gentilmente cedidas pelo TEC

 

Deixar uma resposta