Capela de São João Baptista recupera o seu esplendor

A partir de dia 18 de abril, pelas 18h00, Lisboa passa a ter disponível mais um ícone da arquitectura religiosa, a Capela de São João Baptista, a jóia do Museu-Igreja de São Roque.  Esta intervenção encerra o restauro do conjunto de capelas da Igreja de São Roque. A capela de São João Baptista foi uma encomenda régia de D. João V, a última antes da expulsão dos Jesuítas de Portugal, construída em Itália, montada na Igreja de Santo António dos Portugueses em Roma e sagrada pelo Papa antes de ser enviada para Portugal em três naus, para ser montada peça a peça. Para o restauro vieram especialistas italianos das composições em mosaico. A capela encerra uma importantes colecção de ourivesaria e paramentaria da época.

Pode realizar uma das seguintes visitas, A Capela de São João Baptista e as suas colecções: caracterização e singularidade, nos dias 21 (10h00) e 28 (15h00) de abril e no dia 5 (10h00), 12 (15h00), 19 (10h00) e 26 (15h00) de maio; Visitas guiadas à Capela de são João baptista e às suas colecções de ourivesaria e paramentaria em diferentes idiomas (22 de abril, 10h00 e 15h00 – italiano, 29 de abril, 10h00 e 15h00 – inglês, 6 de maio, 10h00 e 15h00 – francês, 20 de maio, 10h00 e 15h00 – espanhol). Estas visitas carecem de marcação prévia.

Para as crianças foi criado um Ciclo de visitas-jogo e ateliês de arte com exploração dos materiais e técnicas utilizados na construção da capela e sensibilização para a conservação e restauro, indicado para as crianças dos 6 aos 12 anos. A participação é gratuita, mediante marcação prévia, dia 21 (15h00) e 28 (10h00) de abril e dia 5 (15h00), 12 (10h00), 19 (15h00) e 26 (10h00) de maio.

Paralelamente há um ciclo de Conferências: Arte e Política: a Capela de São João Baptista em São Roque, dia 19 abril, às 18h30; Escultura, metalística e ourivesaria na Capela de São João baptista: inter e transdisciplinaridade artística, dia 26 abril, às 18h30; I mosaici della cappella di San Giovanni: tecnica esecutiva e i problemi di conservazione, dia 3 maio, às 18h30 e Análise cientifica dos mosaicos da capela, às 19h00; A Capela de S. João Baptista: pormenores ocultos, às 18h30 e  O supedâneo da Capela de S. João Baptista: caracterização, conservação e restauro do estrado de altar, às 19h00 de dia 10 maio; Oro, oro, oroI paramenti liturgici ricamati a Roma per la Cappella di San Giovanni Battista e dello Spirito Santo nella Chiesa di San Rocco di Lisbona , às 18h30 e A colecção de rendas da capela, às 19h00 de dia 17 de Maio. As conferências proferidas em italiano serão traduzidas em simultâneo.

A gastronomia italiana vai estar presente na cafetaria do Museu de São Roque  ao lanche, nas quintas-feiras, das 17h00 às 20h00 (19 e 26 de abril e 3, 10 e 17 de maio); e aos almoços de sextas e sábados, das 12h30 às 14h30, nos dias 20, 21, 27 e 28 de abril e a 4, 5, 11, 12, 18, 19, 25 e 26 de maio.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta