Borrego é atracção turística em Semana Gastronómica Alentejana

CartazPratos à base de carne de borrego e confeccionados com “a mestria dos saberes e sabores” tradicionais do Alentejo “enriquecem”, até segunda-feira, as ementas de mais de uma centena de restaurantes espalhados por toda a região alentejana. Trata-se da Semana Gastronómica do Borrego que a  Turismo do Alentejo promove para divulgar a restauração da região, a qualidade gastronómica e “a excelência dos produtos endógenos”. Atrair mais clientes aos restaurantes da região e, simultaneamente, dar a conhecer a singularidade da gastronomia e dos produtos alentejanos são os principais objetivos da Entidade Regional de Turismo.

Em declarações recentes à agência Lusa, o presidente da Turismo do Alentejo, António Ceia da Silva, realçou que aliar os pratos à base de carne de borrego à quadra da Páscoa é “uma associação lógica”, explicando que se trata de uma das “tradições da região e das famílias” do Alentejo.

“Queremos, por um lado, a preservação das tradições e da gastronomia tradicional e, por outro lado, interagir com os restaurantes, que cada vez mais precisam de ser estimulados e motivados”, disse o responsável.

O presidente da Turismo do Alentejo adiantou que, durante a quadra festiva da Páscoa, “há mais turistas” na região e que as unidades de alojamento “estão a ter uma procura muito acima daquilo que é normal”.

Nesse sentido, salientou que a Turismo do Alentejo avançou com a organização da Semana Gastronómica do Borrego como “forma de associar essa oferta de alojamento a uma oferta de restauração distinta”.

“Utilizando a metáfora do futebol, e em que a Turismo do Alentejo assume o papel de treinador, eu acho que devemos fazer tudo para ganhar. Se depois conseguimos ou não, pelo menos, fazemos o nosso trabalho, que é lutarmos todos os dias para ganhar e obter o melhor resultado possível”, disse.

Recorde-se que o produto gastronomia e vinhos é um dos principais motivos de visita à região e que a Turismo do Alentejo está actualmente a aplicar no terreno o processo de certificação dos restaurantes, no âmbito do projecto “Alentejo Bom Gosto”, que visa a valorização e requalificação da gastronomia regional.

Texto de Cristina Alves

 

 

Deixar uma resposta