Boom arranca amanhã em Idanha-a-Nova

É já amanhã que arranca o festival mais alternativo do nosso país e talvez da Península Ibérica – o Boom, que vai animar durante oitos dias a Herdade da Granja, na região de Idanha-a-Nova, com mais de 800 artistas de diversas áreas.

A 9.ª edição do vai decorrer de 28 de julho a 4 de agosto, num espaço 25 por cento movido inteiramente a energias renováveis, com painéis solares fotovoltaicos e com óleo reaproveitado para alimentar geradores. As restantes áreas continuaram a receber o apoio das estações solares térmicas e eólicas já existentes na herdade que acolhe o festival.

O programa do festival inclui concertos, performances, exposições, workshops (de poesia e escrita),  painéis de discussão, sessões de terapias como yoga, chi kung ou aulas de Watsu, na única piscina móvel deste género existente em Portugal.

Os concertos estão reservados para os três palcos instalados no recinto: o Dance Temple, o Alchemy Circle e o Ambient Source, construídos de forma biológica, com um design único, que utiliza artes digitais em consonância com materiais naturais.

Entre os grupos que vão estar presentes destacam-se os nomes de Gala Drop, Lakay, Alex R, Alex Tolstey, Aliji, Banel, Bird Of Prey, Brando Lupi, Brujo’s Bowl, Claudio Prc, Cubixx, Diogo Ribeiro, Freshkitos, Gaudi, Manuel Lobo, Perfect Stranger, Val Vashar,Gocoo, Man Made Man, Via Axis, Fractal Cowboys, Avalon, Captain Hook , entre tantos outros.

Entre os diversos artistas itinerantes presentes o destaque vai para Aldelean , Arson Malabares, Amanitas Fire Theatre, Aysel , Ba.Mbole, Boogieloop ,Charles Shaw, Chen Leibovitz, Chilo, Felipe Montanari, Jennifer, Lisa Looping, Mystica Circus, Yumii.&.Me e ainda muitos outros.

Na edição deste ano espera-se a presença de 102 países, em que os convidados são o México e a Guatemala, cujos residentes  têm direito a um bilhete totalmente gratuito. Para o efeito, necessitam apenas de mostrar ao embaixador local o comprovativo de residência.

Os bilhetes podem ser adquiridos online através da página oficial, da rede de embaixadores, ou à porta do recinto por 180 euros.

Texto de Elsa Furtado

 

 

Deixar uma resposta