Bicentenário do nascimento de Kierkegaard assinalado na Dinamarca e um pouco por toda a Europa

kierkgaardSe fosse vivo, o famoso filósofo, teólogo e autor Søren Kierkegaard teria feito, dia 5 de maio, 200 anos. A data não passou despercebida e as comemorações, um pouco por todo o mundo estendem-se até 11 de novembro. O programa cultural é amplo, com mais de 300exposições diferentes, programas de TV, conferências em Universidades da Europa e América do Sul, um musical rock sobre a vida de Kierkegaard estreia em Shangai e passeios temáticos pela cidade de Copenhaga.

O filósofo dinamarquês foi considerado o pai do existencialismo, movimento filosófico e literário que enfatiza o indivíduo e procura o conhecimento da realidade através da experiência imediata da própria existência. Os seus pensamentos e reflexões continuam a correr mundo e a servir de orientação a muitas pessoas. Porém poucos serão os que terão realmente lido as suas obras. Multiplicam-se assim, oportunidades para conhecer melhor, através de variadas abordagens, aquele que constituiu grande influência sobre o pensamento contemporâneo.

Kierkegaard_pressphoto03

Seguem algumas sugestões do programa:

Either – Or – Berlim, Haus am Waldsee – Exposição de Arte Contemporânea, de 21 junho a 22 de setembro.

Fear & Trembling – Berlim, Nordwind Festival – Peça de Teatro, de 28 e 29 de novembro.

200 Anos Depois – Bicentenário do Nascimento – São Leopoldo, Brasil, Unisinos University de Porto Alegre – Congresso, de 27 a 29 de maio.

Loquere ut Videam – Paris, Bibliothèque mordique – Exposição, de 6 de maio a 29 de junho.

The Original Kierkegaard – The Royal Library, The Black Diamond, Copenhaga, Exposição, de 23 de abril a 28 de setembro.

Objects and Deeds of Love – Copenhaga, Museu de Copenhaga – Exposição, de 5 de maio a 11 de novembro.

The Existence of Music – Copenhaga, Republique – Concerto, 1 de junho, 16h00.

Freedom! – Copenhaga, The National Gallery of Denmark – Exposição para crianças, de 6 de setembro de 2013 a 3 de agosto de 2014

Conheça o programa oficial aqui.

Texto de Tânia Fernandes, fotos gentilmente cedidas pela The Royal Library, The Black Diamond,Copenhaga

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.