Bertrand publica O País dos Cágados

 A Bertrand publica O País dos Cágados de António Gomes Dalmeida e de Artur Correia, originalmente publicado em 1989, os autores deram continuidade à história até ao presente, incluído a Troika e  as pranchas, inicialmente a preto e branco, foram coloridas.

O País dos Cágados conta a história de um país habitado pelo Povo Cágado. Desde o Cágado António de Oliveira Azar até ao Pedro Cágado Coelho, passando pela Senhora Tartaruga Berkel e o Cágado Jacuzy, todos são personagens desta fábula onde o fado foi eleito Património Imaterial dos Cágados!

 

António Gomes Dalmeida é escritor e cronista. Autor de mais de 20 livros e álbuns, mantendo com Artur Correia laços de amizade e de trabalho, uma colaboração que se traduz, desde 1955, em inúmeros trabalhos em comum. Recebeu o Prémio Especial de Humor Oeiras 2005 e o Prémio de Honra do Festival Internacional de BD da Amadora 2010.

Artur Correia iniciou-se no jornal O Papagaio. Fez teatro amador, como actor e ensaiador. Em 1949 ingressou no Diário de Notícias e, em 1951, entrou no quadro do Cavaleiro Andante. Colaborou, como ilustrador, em inúmeras outras publicações: Camarada, Fagulha, Fungágá da Bicharada, Pisca-Pisca, Mundo de Aventuras, Picapau, Almanaque de O Mosquito, Popular de Joanesburgo, O Cágado, entre outros, e em livros escolares e jogos didáticos. Em 1965, iniciou a atividade de realizador de filmes de desenhos animados. Recebeu o Prémio de Honra do Festival BD da Amadora 2009.

O País dos Cágados de António Gomes Dalmeida e de Artur Correia, da Bertrand, à venda pelo preço de 18,80 euros.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta