Azeitonas no Coliseu do Porto: Festa do Coliseu até aos Aliados

IMG_3303 Reportagem de Sandra Mesquita (Texto) e Catarina Costa (Fotos)

A passada noite de sábado foi marcada pela estreia dos Azeitonas no Coliseu do Porto. A sala de espetáculos da Invicta esgotou para a apresentação de AZ, o mais recente álbum da banda portuense, num espetáculo que começou no Coliseu e acabou nos Aliados.

Pouco passava das 22h00 quando Marlon, Miguel Araújo, Salsa e Nena subiram ao palco ao som de “Zão” e foram recebidos por diferentes gerações à espera de ouvir as sonoridades retro da banda que não deixa ninguém indiferente.

O primeiro momento alto da noite deu-se ao som de um dos maiores êxitos do grupo: aos primeiros acordes de “Anda Comigo Ver os Aviões” choveram aviões de papel pela sala, lançados pelo público numa surpresa organizada pelo clube de fãs dos Azeitonas.

Seguiram-se outros êxitos como “Desenhos Animados” e “Café Hollywood”. Acompanhada de uma orquestra, de vestido preto cintilante e cachecol de plumas na mão, Nena levou o público a viajar no tempo até aos cabarés parisienses dos anos 20 ao som de “Showbizz”, numa performance em francês onde não faltou o Charleston. O ambiente de cabaré continuou com “Lisboa Não é Hollywood”.

Apesar de a banda ter conseguido conquistar o público em todos os temas, mais ou menos conhecidos, a euforia começou ao som de “Dança Menina Dança” e continuou com “Quem és tu Miúda” e “Ray-dee-oh”, o single do novo álbum. Por essa altura, já o todo o Coliseu saltava freneticamente de mãos no ar, com balões e confettis à mistura numa festa que saltou do palco para a plateia.

Já quando se pensava ser o final de um espetáculo repleto de surpresas, com mais de 40 músicos em palco, violinos, violoncelos, clarinetes e saxofones, a Fanfarra Kaustica surgiu por entre o público e levou os Azeitonas de volta ao palco para “Circo Zen”. A festa continuou porta fora com o público a seguir a fanfarra e a banda pelas ruas do Porto até aos Aliados.

Os Azeitonas nasceram para espetáculos ao vivo e a prova disso foi a noite memorável no Coliseu, num concerto que esgotou a sala e conquistou o público do início ao fim.

O próximo espetáculo é no Coliseu de Lisboa, no dia 15 de novembro, onde a festa promete repetir-se.

Deixar uma resposta