As Barbis estão de volta em Julho

A verdadeira história de BarbiEles eram a Tuxa, Kika e Babá, três “tias” que, há vinte anos atrás, fizeram rir mais de 700 mil espetadores de norte a sul do país. Miguel Abreu, Paulo Ferreira e F. Pedro Oliveira voltaram a ir ao baú buscar os trapos de griffe e têm data de estreia agendada para o dia 3 de julho, no Casino de Lisboa.

A Verdadeira História de Barbi (assim mesmo com i no fim) foi adaptada à realidade dos dias que correm e resta saber como resistem as corrosivas tias aos tempos de crise.

O texto de José Pinto Correia, parte do universo anedótico associado às “tias” e critica, de forma corrosiva, a vida de três senhoras de meia idade da classe média–alta de Lisboa explorando as suas fantasias, ambições e frustrações. O contexto da intriga é o Portugal do faz de conta e da ostentação, das cunhas e dos favores, das mulheres humilhadas pelos maridos, da solidão feminina, da má-língua e da falsa moral sublinhando a hipocrisia com cinismo, de forma hilariante. Este é um espetáculo extremamente feminino que não deixa contudo de divertir os homens que assim contactam com a maledicência e solidariedade feminina de um conjunto de mulheres maduras de forma muito íntima.

Este espetáculo de comédia é produzido pelo Grupo Cassefaz em parceria com a UAU. Parte da encenação original de Alexandre de Sousa e conta ainda com a participação especial de Dima (bailarino, na interpretação do sensual empregado doméstico).

Para ver no Auditório dos Oceanos do Casino de Lisboa, entre 3 de julho e 18 de agosto, de quarta-feira a sábado às 21h30, e aos domingos às 17h00. Os bilhetes, à venda nos locais habituais custam entre 15 e 20 euros.

Texto de Tânia Fernandes

Deixar uma resposta