Artistas brasileiros interpretam o legado de Rafael Bordallo Pinheiro em exposição em Belo Horizonte

expo_bordallo_brasil (30)O Museu de Artes e Ofícios de Belo Horizonte, no Brasil, apresenta desde 3 de julho a exposição Universo Bordallo – 20 Bordallianos do Brasil (A Arte contemporânea na cerâmica portuguesa). A mostra inclui obras de artistas plásticos canarinhos inspiradas no legado do ceramista português, entre os quais Vik Muniz, Maria Lynch, Caetano de Almeida e Estela Sokol.

A exposição resulta da estada dos artistas brasileiros na fábrica Bordallo Pinheiro nas Caldas da Rainha. Durante 10 dias, os criadores inteiraram-se das técnicas de fabrico, ficaram a conhecer melhor o histórico da marca e buscaram inspiração para a sua própria obra. O resultado foi um conjunto de 20 peças únicas, limitadas e numeradas a 250 exemplares.

Para além destas criações, a mostra apresenta a Jarra de Beethoven, uma peça de 2,6 metros de altura assinada por Bordallo Pinheiro e oferecida em 1899 ao presidente do Brasil, o Marechal Deodoro da Fonseca. A esta obra imponente juntam-se ainda peças contemporâneas da Vista Alegre.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Universo Bordallo – 20 Bordallianos do Brasil (A Arte contemporânea na cerâmica portuguesa) chega ao Rio de Janeiro a 16 de julho, viaja até São Paulo durante o segundo semestre de 2013 e passa, entretanto, por Lisboa.

Texto de Alexandra Gil
Fotos gentilmente cedidas pela  Bordallo Pinheiro / Vista Alegre – Atlantis

 

Deixar uma resposta