A Magia Do Anel Na Mágica Regaleira Pelos Fatias De Cá

Amúsica e a dança vão ocupar os vários espaços da Quinta da Regaleira, com os programas Ciclo de Concertos 2016, Fado na Regaleira e Danças com História até ao final do ano, para além das já habituais peças teatrais.

Desta vez, a viagem é com a companhia teatral de Tomar, Fatias de Cá, e a peça, O Anel Quebrado, a segunda parte da trilogia Contos do Fascínio, inspirada no universo de Ursula le Guin, com encenação de Carlos Carvalheiro.

O encontro está marcado para o edifício destinado à oficina de artes, à espera do grupo de espectadores (cerca de 100, embora o aconselhado seja pouco mais de 70) está um apetitoso e saboroso repasto.

anel_quebrado_4577

Tábuas de enchidos, queijo e pão saloio, acompanhadas de vinho branco ou tinto compõem a entrada, a que se segue um aconchegante creme de legumes, para prato principal arroz de pato no forno acompanhado de salada, para sobremesa, maçãs e fatias de Tomar.

Depois do estômago forrado, é hora de entrar no universo do Anel, na terra dos que-não-têm-nome, no mundo governado pela grande sacerdotisa, cheio de mistérios e segredos.

anel_quebrado_4632

A peça dura entre uma hora e meia a duas horas e decorre em vários espaços da Quinta. Os jardins, a capela, a entrada do palácio, a gruta de Leda, o poço iniciático, são alguns dos cenários naturais  onde decorre a acção de o Anel Quebrado.

anel_quebrado_4672É por entre a escuridão, de lugar em lugar, que o público fica a conhecer os poderes e mistérios do Anel, daqueles que o protegem e daqueles que o cobiçam, e também os perigos que surgem na conquista da liberdade, num universo fantástico, em que a magia e a feitiçaria dominam, tal como nas lendas das Regaleira – o palco perfeito para a peça.

As representações decorrem até 31 de Outubro, às sextas e sábados, com encontro marcado para as 19h19, e lotação limitada a 77 espectadores por espectáculo.  Os bilhetes custam 30 euros por pessoa, com refeição incluída.

Texto de Elsa Furtado
Fotos de Francisco Lourenço

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.