Amor Electro apresentaram ao vivo Cai o Carmo e a Trindade

Reportagem de Margarida Vieira Louro (texto e fotos)

Os Amor Electro apresentaram oficialmente o seu primeiro trabalho  Cai o Carmo e  a Trindade, no passado dia 28 de Abril no Paradise Garage, num concerto intimista reservado aos fãs deste novo projecto nacional, que já se encontra no terceiro lugar do Top Nacional.

Numa acção concertada a Valentim de Carvalho Multimédia e a HM Musica apostaram no projecto, a Rádio comercial divulgou e o publico aderiu à compra do  álbum que lhes permitu acesso directo ao concerto exclusivo dos Amor Electro e que lhes deu entrada directa para o 4º lugar do Top de vendas Nacional, e tendo já subido à 3ª posição.

Os músicos envolvidos neste projecto já deram provas de que são parte de uma geração de músicos em ascendência, Tiago Pais Dias, Ricardo Vasconcelos e Rui Rechena são os responsáveis pelas melodias, que vão fazer o país dançar nos próximos tempos, já que a sua escolha ambiciosa recaiu sobre temas muito fortes da história recente da música portuguesa, sem cair na banalidade de um “cover”.

No concerto de apresentação, Mariza entrou em palco, simples mas teatral, e foi com o tema “Bem vindo ao passado” que deu as boas vindas ao público ansioso e deslizou pelo palco numa performance de movimentos livres e de uma beleza incontestável. A máquina acordou e fez o público saltar euforicamente à terceira música aumentando a dinâmica a cada tema.

“Estrela da Tarde”, “Foram Cardos foram Prosas” e “Sete Mares” foram os temas revisitados pelos Amor Electro que contaram com o público a fazer coro. Uma das grandes surpresas foi o tema “Barco Negro”, numa assumida mostra dos diferentes tipos musicais no reportório desta jovem banda.

“Rosa Sangue” e “Capitão Romance” fecharam o concerto, com o público ainda ao rubro, gritando por mais um encore, a que a banda acedeu com o tema “Rosa Sangue”.

Deixar uma resposta