Amália Relembrada em Filme e Livro

Amália – O Filme, de Carlos Coelho da Silva, a tão esperada obra cinematográfica co-produzida pela Valentim de Carvalho Filmes (VCF) e pela RTP,chega finalmente aos cinemas, amanhã dia 4 de Dezembro.

Figura incontornável da nossa História e da nossa Cultura, Amália Piedade Rodrigues nasceu na Beira Baixa, no meio de uma família pobre, mudando-se muito pequena para Lisboa, onde foi morar com os avós.

É num ambiente humilde e típico de bairro, que a jovem travou o primeiro contacto com aquela que iria ser a sua “Estranha Forma de Vida”, dando início a um destino e a uma lenda que marcaram Amália e todos aqueles que tiveram contacto com a fadista, amores e desamores.

Mulher bonita, rica, famosa, dotada de uma voz incrível, humana, com sentido de humor, mas infeliz…. sempre infeliz, invadida por uma melancolia que nunca soube explicar, que nunca a deixou ser feliz ao amor, nem na vida.

É este lado, o lado humano da estrela, que nos chega agora ao cinema, naquele que pretende vir a ser um grande sucesso de público, primeiro no grande ecrã e depois nos ecrãs da RTP, com realização de Carlos Coelho da Silva e argumento de João Tordo e Pedro Marta Santos.

Nos principais papéis destacam-se Sandra Barata Melo, no papel de Amália, Carla Chambel, Ricardo Carriço, no papel de marido da fadista – César Seabra, Ricardo Pereira, António Pedro Cerdeira, António Montez, Leonor Seixas, entre tantos outros actores.

De destacar que, os fados interpretados no filme, são cantados no original por Amália Rodrigues, em versão remasterizada, como se pode verificar no trailer do filme.

O filme Amália já tem distribuição garantida na China, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Argélia, Marrocos, Tunísia, Egipto, Arábia Saudita, entre vários outros países.

Para quem quiser saber mais sobre a mulher e a sua história, sugerimos Amália – Uma Biografia da autoria de Vítor Pavão dos Santos, publicada pela Editorial Presença e a Fotobiografia Amália Rodrigues, publicada pelo Círculo de Leitores, número um da nova colecção Fotobiografias do Século XX, da responsabilidade de Joaquim Vieira e com texto de Cristina Faria.

Esta fotobiografia tem imagens raras, da vida privada e social da artista, alguns esclarecimentos e contextualizações, mas é acima de tudo um óptimo ponto de partida para conhecer a mulher que foi apelidada de “Heterónimo Feminino de Portugal”, por Vítor Pavão dos Santos.

Uma verdadeira obra de referência cultural, como a mulher que deu mote ao livro.
Fotos do filme: VCF

por Elsa Furtado

1 Comentário

Deixar uma resposta