Álbum de Memórias Índia Portuguesa 1954.1962 revisitado no Padrão dos Descobrimentos

Ana Filipa Guardião procede à visita Prisioneiros das Culturas Cruzadas no dia 25  de Novembro, às 15h30, no Padrão dos Descobrimentos.

[…] A marca simbólica do Padroado Português do Oriente constitui, ainda hoje, um eixo de cruzamento entre as duas culturas. De Margão, Mapusa ou Pangim, a Goa portuguesa mantém uma memória edificada e cultural que se manifesta na traça das casas indo-portuguesas, no nome das ruas, nas centenas de igrejas e capelas, nos momentos de oração… […]

As visitas devem ser previamente marcadas e estão sujeitas a confirmação.

Os bilhetes são a 3,00 euros. Os Professores, Estudantes, Membros da Associação Nacional dos Prisioneiros de Guerra, Membros do Observatório Político têm desconto.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta