Afonso Cruz recebe o Prémio Europeu de Literatura

Afonso Cruz é o vencedor do Prémio Europeu de Literatura 2012, com o romance A Boneca de Kokoschska.

A atribuição do Prémio Europeu de Literatura ao escritor português Afonso Cruz “reconhece a maturidade e originalidade da sua ficção e torna mais acessível, pelo apoio à tradução, a sua divulgação internacional ”, afirmou o secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, que esteve presente, em Bruxelas, na cerimónia de entrega do prémio. “O Prémio Europeu de Literatura volta a consagrar, em 2012, um autor português, três anos depois de Dulce Maria Cardoso ter recebido o prémio, num reconhecimento  da  vitalidade  da nossa literatura contemporânea”, frisou ainda Jorge Barreto Xavier.

A cerimónia contou ainda com a presença de Androulla Vassiliou, Comissária Europeia para a Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude, realçando a particular importância  da internacionalização dos criadores portugueses no espaço europeu.

Os autores que o Prémio Europeu de Literatura distingue ganham prioridade nos concursos a fundos europeus destinados à tradução das suas obras, alargando o número de potenciais leitores e dando-lhes maior relevância no cenário da ficção europeia contemporânea.

A obra de Afonso Cruz encontra-se publicada em Portugal, no Brasil e na Sérvia.

Os outros vencedores do Prémio Europeu de Literatura 2012 são Anna Kim (Áustria), Lada Žigo (Croácia), Laurence Plazenet (França), Viktor Horváth (Hungria), Kevin Barry (Irlanda), Emanuele Trevi (Itália), Giedra Radvilaviciute (Lituânia), Gunstein Bakke (Noruega), Piotr Pazinski (Polónia), Jana Benová (Eslováquia) e Sara Mannheimer (Suécia).

Afonso Cruz nasceu em 1971, na Figueira da Foz. É escritor, realizador de filmes de animação, ilustrador e músico. Estudou na Escola Secundária Artística António Arroio, na Faculdade de Belas-Artes de Lisboa e no Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira.

Já editou oito obras de ficção, a A Carne de Deus (2008), Enciclopédia da Estória Universal (2009), com o qual venceu o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco e Os Livros que Devoraram o Meu Pai (2010), livro infanto-juvenil vencedor do Prémio Literário Maria Rosa Colaço de 2009. Em 2010, A Boneca de Kokoschska e A Contradição Humana; em 2011, O Pintor Debaixo do Lava-Loiças e, em 2012, Enciclopédia da Estória Universal – Recolha de Alexandria e Jesus Cristo Bebia Cerveja.

O seu trabalho de ilustrador divide-se pela imprensa, storyboards, publicidade e livros para crianças. No cinema de animação, tem obra em vários filmes e séries, como a curta-metragem Dois Diários e um Azulejo(2002), baseado na obra de Mário de Sá Carneiro, e realizado com Luís Alvoeiro e Jorge Margarido.

Afonso Cruz faz ainda parte do grupo musical The Soaked Lamb, que gravou os álbuns Homemade Blues (2007) e Hats and Chairs (2010).

O Prémio Europeu de Literatura é uma criação da Comissão Europeia, associada à Federação Europeia de Livreiros, à Federação Europeia de Escritores e ao Conselho Europeu dos Escritores. Foi atribuído pela +rimeira vez em 2009. É financiado pelo “Programa Cultura” da União Europeia e tem como objetivo divulgar novos talentos, promover a publicação dos seus livros em diferentes países da Europa e celebrar a diversidade cultural europeia. Tem um valor monetário de cinco mil euros.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta