A seleção nacional do palco Santa Casa no Festival Marés Vivas

mares_vivasThe Glockewise, Throes + The Shine, Márcia, The Happy Mess, Ultraleve e Marta Ren são as mais recentes confirmações do Palco Santa Casa que se juntam a artistas já anunciados como Rui Veloso, Orelha Negra, Virgem Suta e We Trust no Festival Marés de Vivas.
A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa associa-se pelo segundo ano a este Festival e apoia uma vez mais a cultura e a música nacional.
The Glockewise sobem ao palco Santa Casa dia 18 de julho para apresentar o mais recente trabalho, intitulado Leeches. Oriundos de Barcelos, trazem um rock´n´roll cru, inspirado nas sonoridades de Black Lips ou Stooges.
No mesmo dia atuam Igor Domingues e Marco Castro com os Throes, que aqui partilham o espaço com André do Poster e Diron Romão dos The Shine. A fusão dos riffs provocadores dos primeiros com o estilo próximo de Kuduro de Angola promete surpreender.
No dia seguinte, é Márcia quem vem dar a conhecer a sua voz e dons na guitarra. Abre o palco, dia 19 de junho, com temas do seu último trabalho Casulo, editado em 2012.
Ainda na mesma noite, os tons indie vão soar pela mão dos The Happy Mess, uma banda composta por pessoas que fazem da música o seu laboratório emocional: Gaspar Borges, que é também publicitário e que forma a banda com o pivot da Sic Notícias Miguel Ribeiro, o psicólogo Rui Costa, a arquiteta e bailarina Joana Duarte, o estudante de arquitetura paisagística João Pascoal e Tim, o único membro que é músico de profissão. Tocam desde a adolescência, mas há coisa de dois anos reorganizaram-se para levar um bocadinho mais a sério aquilo que lhes dá um grande gozo! Criaram novas canções e, no ano passado, editaram o EP “October Sessions”, que lhes valeu o convite para o festival do Meco. A banda acabou por lançar também o seu primeiro single “Morning Sun”, produzido pelo Fred, dos Orelha Negra e dos Buraka Som Sistema.
A 20 de julho o Palco Santa Casa recebe os Ultraleve. “A Chata” é um tema que todos conhecem e não vai faltar no alinhamento desta banda que acaba de lançar o álbum Ultraleve. Pop, descontraído, divertido, carregado de temas que dão vontade de bater o pé, gingar o corpo e cantar refrões.
Marta Ren é o outro nome agora anunciado para o último dia do Festival. Carismática voz da nova música portuguesa, investe na sua grande paixão pelos grandes géneros da música negra. Neste momento encontra-se a trabalhar no seu álbum de estreia a solo e, enquanto esse tão aguardado disco não chega às lojas, oferece-nos o single de apresentação “Summer ´s gone”.
O Festival Marés Vivas decorre em Vila Nova de Gaia, entre os dias 18 e 20 de julho. Os bilhetes estão à venda nos locais habituais e custam 30 euros (bilhete diário) e 60 euros (passe 3 dias).
Texto de Tânia Fernandes

Deixar uma resposta