A Ode Marítima regressa ao TNDMII passados 25 anos

O TNDM II apresenta a Ode Marítima de Álvaro de Campos, com João Grosso, altura em que se comemoram os 124 anos de nascimento de Fernando Pessoa.

É o regresso da obra e do seu intérprete aos palcos do TNDMII, no Salão Nobre. Ode Maritíma foi o texto com que o actor se estreou no TNDM II 25 anos atrás. Em 1987 foi apresentado na Sala Estúdio do TNDM II,  tendo-lhe valido em 1988,  o Prémio de Melhor Jovem Ator. Para esta interpretação João Grosso “fez mais do que decorar o poema, como que o meteu na própria pele, é como se fizesse parte da sua respiração” (Carlos Porto, 1987).

A 13 de Junho comemoraram-se os 124 anos do nascimento de Fernando Pessoa e o TNDM II assinala a data com um dos poemas mais conhecidos do heterónimo Álvaro de Campos, publicado em junho de 1915 no segundo número da revista Orpheu.

Para José Gil, pessoano e filósofo, Álvaro Campos era o heterónimos do poeta do “quotidiano metafísico”, tendo construído uma ode com linhas de força do período futurista e sensacionista.

Ode Marítima de Álvaro de Campos, no Salão Nobre do TNDMII, de 14 a 16 de Junho. Os bilhetes estão à venda na bilheteira do teatro.

Texto de Clara Inácio
Foto de João Grosso quando recebeu o Prémio de Melhor Jovem actor gentilmente cedida pelo TNDMII

Deixar uma resposta