A Gaiola das Loucas festeja as 200 representações no Politeama

A Gaiola das Loucas comemora hoje as 200 representações no Teatro Politeama, sendo já considerada um grande fenómeno de popularidade.

Depois de ter estreado a 25 de Novembro em Lisboa, a versão musical que Filipe La Féra transformou num dos seus maiores êxitos continua, segundo a produção, “a esgotar diariamente, com público vindo de todos os pontos do país e do estrangeiro, principalmente de Espanha, em excursões que se deslocam, propositadamente, a Lisboa para assistir a esta megaprodução”.

Considerado pelos próprios autores como uma das melhores versões de sempre de La Cage aux Folles, a comédia de Jean Poiret com música do compositor da Broadway Jerry Herman (galardoado este ano com um Tony pela sua carreira), tem na adaptação à realidade portuguesa, feita por La Féria, um impacto de grande actualidade nos tempos que Portugal atravessa.

Com interpretações brilhantes de José  Raposo (Globo de Ouro para o Melhor Actor em 2008 e Prémio de Teatro) e de Carlos Quintas, A Gaiola das Loucas conta com um elenco de estrelas como Rita Ribeiro, Joel Branco, Helena Rocha, Hugo Rendas, a revelação Filipe Albuquerque no papel do exuberante mordomo e Alexandre Falcão à frente de um elenco de 65 actores, cantores, bailarinos e músicos num espectáculo com cenografia de Filipe La Féria, figurinos de João Rôlo e direcção musical do Maestro Artur Guimarães.

Na sessão especial de hoje, dia 11 de Fevereiro, após a peça, haverá uma festa no Salão Nobre onde será descerrada uma placa comemorativa que assinala as 200 representações de A Gaiola das Loucas.

Texto de Cristina Alves
Fotos Sara Santos

Deixar uma resposta